A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/01/2010 16:37

TJ mandou soltar assassinos, assaltantes e estupradores

Redação

Habeas corpus da 1ª Turma Criminal do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), aprovada na terça-feira, manda a Agepen (Agência Estadual de Gestão do Sistema Penitenciário) liberar 384 presos do Presídio de Dois Irmãos do Buriti, a 105 quilômetros da Capital. Entre os presos estão 28 assassinos, 19 estupradores, 106 assaltantes, cinco latrocidas e quatro golpistas.

A liminar foi concedida a pedido da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul. O defensora pública de Dois Irmãos, Francianny Cristine Santos Arruda, que está de férias.

Os 384 presos estão dividindo celas com capacidade para 240 internos na penitenciária de Dois Irmãos. Segundo a coordenadora do Núcleo Estadual de Atendimento ao Preso da Defensoria, Elizabeth Fátima Costa, eles deveriam estar no regime semi-aberto, mas estão no fechado. Por isso, a Defensoria pediu o cumprimento da pena em regime domiciliar.

Crimes - Quase metade, 47% dos 384 internos, beneficiados com a liberdade cometeram crimes contra o patrimônio. O mais grave, cinco estão presos por latrocínio (mataram para roubar).

O Campo Grande News apurou que 106 cometeram roubo simples ou qualificado. Neste caso, os assaltantes usaram arma de fogo ou branca para subtraírem os objetos de valor das vítimas. Outros 59 cumprem pena por furto.

Outros 28 são condenados por homicídio, sendo 24 simples e quatro por qualificado.

Outros 19 cometeram crimes sexuais, sendo 10 por estupro e nove por atentado violento ao pudor.

Entre os beneficiados com a "prisão domiciliar" estão 76 traficantes, 76 presos por porte ilegal de arma de fogo e um por moeda falsa. Quatro são golpistas.

Férias

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions