A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/08/2015 10:20

Treze cidades perdem moradores e Sidrolândia é a campeã de crescimento

Edivaldo Bitencourt
População de Campo Grande soma 853,6 mil moradores, segundo IBGE (Foto:Marcos Ermínio/Arquivo)População de Campo Grande soma 853,6 mil moradores, segundo IBGE (Foto:Marcos Ermínio/Arquivo)

Em Mato Grosso do Sul, 13 dos 79 municípios continuam perdendo moradores, conforme as estimativas das populações residentes, divulgadas nesta sexta-feira (28), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Entre as 65 cidades que ganharam novos moradores, a campeã na taxa de crescimento é Sidrolândia, com 3,3% ao ano. Campo Grande superou a barreira de 850 mil, mas ainda continua longe de atingir 1 milhão de habitantes.

O Brasil cresceu 0,87% no ano passado e atingiu 204,5 milhões de habitantes. Mato Grosso do Sul cresceu 1,3% e soma 2.651.235 moradores, a 21ª maior população entre as 27 unidades da federação.

Já Campo Grande, com crescimento 1,25%, somou 853.621 moradores em julho deste ano, a 16ª maior população entre as capitais.

O maior crescimento populacional registrado em Mato Grosso do Sul foi de 3,30%, registrado em Sidrolândia, a 71 quilômetros da Capital e com 51.355 moradores. Impulsionada pelo agronegócio, novos assentamentos e indústrias, a cidade vem mantendo o ritmo de crescimento no Estado.

A segunda maior taxa de crescimento, de 3,063%, foi registrada em Chapadão do Sul, com 22.620 moradores e a 321 quilômetros de Campo Grande. A terceira maior, de 2,98%, foi registrada por Nova Alvorada do Sul (19.656 moradores). As outras maiores taxas foram registradas por Sonora, com 2,72% (19.914 hab), Figueirão, com 2,33% (3.012).

O município de Novo Horizonte de Sul, que surgiu a partir de assentamento realizado nos anos 80, continua em crise e tem uma taxa negativa de crescimento populacional de 3,06%. A cidade localizada a 329 quilômetros da Capital chegou a ter 4.932 moradores e hoje tem 4.306. Entre as 13 cidades com taxa negativa, as campeãs são Rio Negro (-0,78%), Guia Lopes da Laguna (-0,73%) e Pedro Gomes (-0,71%).

O curioso na divulgação da estimativa da população é que o município de Taquarussu, a 332 quilômetros de Campo Grande, teve taxa de crescimento zero e continua com 3.570 habitantes.

Treze cidades perdem moradores e Sidrolândia é a campeã de crescimento


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions