ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Válvula contornou vazamento, diz gerente de frigorífico

Por Redação | 20/05/2010 14:19

Mais um vazamento de gás amônia parou frigorífico na tarde de hoje em Campo Grande. Pela terceira vez em menos de um ano, funcionários do Diplomata tiveram de sair diante do gás tóxico. No ano passado, por duas vezes ocorreu o mesmo problema no frigoríficos, em um período de 2 meses.

O gerente da empresa, no Núcleo Industrial de Campo Grande, garante que uma das válvulas de segurança do local foi acionada e conseguiu controlar o vazamento de amônia sem que nenhum funcionário fosse intoxicado.

Segundo o gerente, que se identificou apenas como Milton, os trabalhos foram interrompidos apenas para manutenção, mas já estão normalizados na unidade.

Ele detalha que o vazamento de amônia ocorreu na sala de máquinas do frigorífico, onde estavam apenas dois funcionários, e que nenhum se machucou.

Na versão de um funcionário da empresa, que pediu para não ser identificado, há um sistema de controle no frigorífico pelo qual uma série de canos despeja a amônia diretamente na água, para que ela não se propague.

De acordo com o trabalhador, o problema ocorreu porque nesta tarde o nível da água baixou e a amônia se expandiu. Os funcionários foram removidos do frigorífico, mas já voltaram para o galpão.

O Corpo de Bombeiros realiza, neste momento, vistoria na unidade e a Decat (Delegacia Especializada de Crimes Ambientais) também está no local.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário