A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/03/2010 16:42

Variação no preço dos ovos de Páscoa chega a 86%

Redação

A variação no preço dos ovos de Páscoa em Campo Grande chegou a 86,42%, de acordo com a segunda pesquisa feita pelo Procon/MS sobre 246 itens em dez estabelecimentos da Capital.

O ovo Sonho de Valsa de 350 gramas foi o que apresentou maior variação, chegando a 86,42%. O segundo lugar ficou com o ovo Bis de 240 gramas, com diferença de 82,56%. A terceira maior variação encontrada foi do ovo Surpresa The Powerpuff Girls, de 180 grama, com 75,89%.

O estabelecimento onde todos os itens pesquisados estavam mais baratos que nos outros foi o Fort Atacadista da avenida Ernesto Geisel. O considerado mais caro, com 52 itens acima da média, é a unidade shopping das Lojas Americanas. Nela foram encontrados apenas 11 itens mais baratos.

Nos demais comércios os preços estão equilibrados, de acordo com o levantamento. O Procon alerta para que na hora da compra os consumidores atentem para o peso dos ovos de chocolate, porque a numeração que aparece neles não é padronizada.

O órgão listou os dez tipos de ovos em que foram detectadas as maiores variações de preços. São eles: Sonho de Valsa 20 350g, com 86,42%; Bis Laka 15 240g, com 82,56%; Surpresa The Powerpuff Girls 180g, com 75,89%; Lacta ao Leite 200g, com 74,44%; Confeti Mix 15 235g, com 73,46%; Tortuguita 160g, com 73,31%; Laka Chocolate Branco 15 200g, com 73,16%; Laka Meio Diamante Negro 215g, com 73,16%; Sonho de Valsa 3 Sabores 20 350g, com 73,12%; Classic ao Leite 15 240g, com 72,95% e Chokito 20 375g, com 72,90%.

2009 - Em comparação com o ano passado, os preços dos ovos de Páscoa tiveram redução de 3,34%. Já em relação à primeira pesquisa deste ano, feita no dia 18 de março, a queda nos preços é de 3%.

Apesar disso, esclarece o Procon, a diferença nos preços dos estabelecimentos permanece acentuada, por isso quem pesquisar pode fazer economia na hora das compras.

Pescado - A primeira pesquisa feita pelo Procon sobre o pescado, no dia 18 deste mês, mostrou redução de preços em comparação com o ano passado. Já nesta segunda, houve aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2009.

De acordo com o órgão, quanto mais se aproxima da data comemorativa, maior é o preço do produto, o que fica comprovado pelo aumento de 8,81% nos preços apenas neste mês.

A diferença constatada pelo Procon no preço dos pescados chegou a 151,56% no quilo do Bacalhau do Porto. Em segundo lugar ficou com o Piauçu com vísceras, que apresentou diferença de 133,61%.

As demais variações de preço, verificadas nos 13 estabelecimentos pesquisados, foram constatadas no quilo da Sardinha inteira, com 100,36%; Curimba viscerada, com 96,78%; Pacu de cativeiro com visceras, com 83,19%; e do Filé de Pintado de rio, com 75,99% de diferença no quilo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions