A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/10/2010 10:40

Vendaval destelha casas e derruba árvores em Selvíria

Redação

A chuva forte acompanhada de um vendaval que chegou a quase 100 km/h destelhou uma escola estadual, arrancou árvores e derrubou casas ontem à noite no município de Selvíria, na região Leste do Estado.

A escola Ana Maria de Souza, que fica na região central da cidade, foi um dos locais mais devastados pela ventania. A chuva com granizo começou a cair por volta das 1930.

Oito salas de aula foram destelhadas, e muitos galhos de árvores quebraram, deixando um rastro de destruição no pátio da instituição de ensino. A energia elétrica não pode ser ligada, porque a água encharcou a laje da escola, e há riscos de curto circuito.

As salas de aula ficaram alagadas, as carteiras ficaram molhadas e o computador da secretaria queimou. O portão de entrada, que é de metal reforçado, foi arrancado pela ventania, conforme informou a coordenadora Antônia Nascimento de Souza.

"Temos muitos alunos da zona rural, e já entramos em contato para avisar nas fazendas que hoje não tem aula. Ainda não sabemos se vamos conseguir limpar tudo para amanhã", detalhou, revelando que os professores e funcionários estão fazendo um mutirão para consertar minimamente os estragos.

O muro da secretaria municipal de Educação veio a baixo. Uma das árvores derrubadas pelo vento na região central caiu em cima de um veículo Monza, de propriedade de um funcionário dos Correios.

Várias árvores caíram dentro do cemitério da cidade e também na entrada do município, para quem vem de Ilha Solteira (SP).

A sede do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) também foi destelhada.

Na Vila Vitória, região periférica de Selvíria, várias casas humildes não resistiram à força do vento e ficaram completamente danificadas.

O prefeito de Selvíria, José Dodô da Rocha, disse ao Campo Grande News que colocou "todo mundo" na rua para ajudar as famílias prejudicadas pela chuva.

"O estrago foi grande, mas está tudo sob controle, toda a estrutura, de secretário a faxineiro, está na rua para ajudar nisso", garantiu.

A casa do prefeito também foi destelhada pela ventania. "Minha casa é um sobradinho e tivemos que dormir em um quartinho, porque alagou tudo", contou.

A preocupação é que mais chuva caia hoje e que a situação piore. "Por isso estamos correndo contra o tempo", finalizou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions