A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/03/2013 11:03

Vídeoaudiência na vara de Auditoria Militar deve reduzir trâmites para 30 dias

Luciana Brazil
Vídeoaudiência na vara da Auditoria Militar deve reduzir trâmites para até 30 dias. (Foto:Tribunal de Justiça)Vídeoaudiência na vara da Auditoria Militar deve reduzir trâmites para até 30 dias. (Foto:Tribunal de Justiça)

Novidade nos casos de execução de carta precatória, o uso de vídeoaudiência na Vara da Auditoria Militar, promete reduzir drasticamente o tempo do cumprimento das precatórias. Até quinta-feira (21), quando o uso da vídeoaudiência teve início, o trâmite demorava de três a quatro meses para ser concluído. A promessa agora é que o andamento seja finalizado em até 30 dias.

A carta precatória é usada sempre que uma testemunha, réu ou determinada diligência precise ser realizada em uma comarca diferente de onde tramita o processo. Por meio da carta, o magistrado solicita ao outro juiz que colha, por exemplo, o depoimento de testemunhas. Porém, o procedimento se torna lento, por conta da burocracia.

A partir de agora, com a vídeoaudiência, as testemunhas comparecem ao Fórum da cidade e são ouvidas por meio do uso da ferramenta tecnológica.

Para o juiz titular da vara, Alexandre Antunes da Silva, além do ganho em agilidade no trâmite processual, “a vídeoaudência é realizada pelo próprio juiz do caso e evita o trabalho do magistrado de outra comarca”. Ainda conforme Antunes, diversas vídeoaudiências estão marcadas para acontecer em comarcas como Aquidauana, Maracaju e Paranaíba.

O juiz lembra ainda que a vara da Auditoria Militar tem jurisdição em todo Estado, o que permite que acusados e testemunhas sejam de outras comarcas. “A utilização desta ferramenta tecnológica garante um ganho de tempo muito grande para diversos processos que tramitam na vara”.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions