A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/09/2011 17:05

Vigilância Sanitária notifica Carrefour após denúncia de pombos na padaria

Marco Antonio Brito

Hipermercado se defende, diz que problema é "pontual" e que ações de controle e limpeza estão sendo tomadas

Foto feita pelo leitor Roberto Munhoz, mostra pombos na tubulação acima da padaria do Carrefour e sujeira deixada pelos animais. (Foto: Roberto Munhoz)Foto feita pelo leitor Roberto Munhoz, mostra pombos na tubulação acima da padaria do Carrefour e sujeira deixada pelos animais. (Foto: Roberto Munhoz)

A Vigilância Sanitária esteve hoje (6) no Hipermercado Carrefour, nas dependências do Shopping Campo Grande, para verificar a denúncia feita por uma leitor do Campo Grande News e publicada ontem (5) pelo site, sobre a presença de pombos na área da padaria do hipermercado.

Acompanhados de representantes do Procon/MS e da Decon - Delegacia do Consumidor, os fiscais da Vigilância, segundo confirmou a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde do Município, encontram no local vestígios da presença dos animais - na tubulação acima da padaria - e notificaram o hipermercado para que tome as medidas necessárias para resolver a situação.

A partir de agora, o Carrefour tem 15 dias para apresentar uma solução para o caso. Após este prazo, os fiscais da Vigilância Sanitária devem voltar ao local para verificar o que foi feito e se realmente algo foi feito para evitar a presença dos pombos na área interna do hipermercado.

Problema pontual - Na tarde de hoje, a Assessoria de Comunicação do Carrefour enviou à redação do Campo Grande News um "posicionamento oficial" da empresa, a respeito da denúncia feita pelo leitor Roberto Manvailer Munhoz, repassada pela área de Segurança Alimentar do hipermercado.

Na nota, o Carrefour esclarece que "o problema identificado pelo senhor Roberto Manvailer Munhoz é pontual e não condiz com os procedimentos de controles integrados de animais que a empresa realiza". O hipermercado também se defende, ressaltando que o local onde foi identificado o pombo "trata-se de uma área de tubulação e iluminação da loja e não a padaria". A nota também esclarece que a empresa já solicitou o reforço imediato dos processos de controle na unidade Carrefour Campo Grande, "o que inclui barreiras físicas como: telas de proteção e higienização do local".

A Praça Ary Coelho, hoje fechada para obras, sempre concentrou grande quantidade de pombos, que se misturam às pessoas, colocando em risco a saúde de todos. Os animais também estão presentes no Mercadão Municipal, escolas e outros hipermercados. (Foto:Marcelo Victor)A Praça Ary Coelho, hoje fechada para obras, sempre concentrou grande quantidade de pombos, que se misturam às pessoas, colocando em risco a saúde de todos. Os animais também estão presentes no Mercadão Municipal, escolas e outros hipermercados. (Foto:Marcelo Victor)

Leitores contestam - Na segunda-feira, uma representante da administração do hipermercado já havia declarado que o fato denunciado pelo leitor Roberto Manvailer era um "caso isolado". Porém, muitos leitores e consumidores, alguns frequentadores do Carrefour Campo Grande, contestaram as declarações da representante, alegando que os pombos já foram vistos em outras ocasiões dentro do hipermercado, inclusive sobre a peixaria, além da área da padaria.

O problema, segundo os consumidores, é antigo e os pombos constumam ser vistos dentro do hipermercado há mais de dois meses. O problema também estaria ocorrendo em outros hipermercados da capital, no Mercadão Municipal e em algumas escolas de Campo Grande, onde os animais estariam depositando suas fezes nas quadras de esportes.

No Mercadão, segundo as denúncias dos leitores/consumidores, as pombas "convivem" livremente com os frequentadores do local e os comerciantes e podem ser vistas, principalmente, junto aos box de alimentação. Nas escolas, o problema maior está nas quadras, onde os alunos desenvolvem atividades físicas. Em alguns estabelecimentos, os pombos fizeram ninhos e deixam suas fezes sobre o chão e equipamentos.

Pombos no Norte Sul Plaza - Na tarde de hoje, o Campo Grande News recebeu nova denúncia de pombos fazendo ninhos e sobrevoando a Praça da Alimentação do Shopping Norte Sul Plaza. A denúncia foi reforçada por alguns consumidores e frequentadores do local, que confirmaram a presença dos animais no local e pedem providências.

O Centro de Controle de Zoonoses, segundo a assessoria do órgão, não tem como fazer o "controle" da população de pombos na Capital. Qualquer ação contra poderia ser contestada por ONGs de defesa dos direitos dos animais. Os pombos são considerados aves domésticas e, por isso, são protegidos por lei.

Doenças mais comuns - As fezes secas dos pombos podem acarretar inúmeras doenças. Além das dermatites (alergias) que afetam, sobretudo, a pele, a poeira das fezes secas podem provocar problemas respiratórios, incluindo a infecção da meninge.

Segundo a bióloga, Silvia Barbosa do Carmo, responsável pelo setor de Controle de Pragas Urbanas do CCZ, as fezes desses animais podem transmitir doenças como a criptococose e histoplasmose, causadas por fungos presentes na poeira das fezes secas. Aspirar essa poeira de fezes também pode provocar ormitose, a qual se constitui em uma espécie de clamídia transmitida pelos animais, que ao infectar o organismo do ser humano provoca vômitos e diarréia.

Silvia Barbosa alerta que "onde existe a presença de fezes secas de pombos é um perigo". Os fungos e bactérias presentes nessas fezes podem ser carreadas (levadas) pelo vento e infectar alimentos e pessoas. "Jamais se deve inalar a poeira dessas fezes", diz a bióloga.

Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...


olha AI
 
frederico kardan em 15/02/2014 21:27:30
Os pombos são um problema de saúde pública, pois onde quer que se vá tem pombos.
O poder público deveria antes de ouvir reclamações e multar e ainda exigir providências, devia sim ele tomar a atitude. Pergunte-se às ONGS responsáveis pela defesa desses animais o que fazer para protegê-los...sem destruí-los.
 
eVELIN vILMA gALEGO em 30/09/2011 09:21:51
A superpopulação de pombos é caso de saúde pública. E o poder público competente não deve ser omitir ao problema e sim buscar solução para o problema.
 
jose alfredo de melo em 07/09/2011 10:50:16
Parabéns a Vigilancia sanitária..agora gostaria de ver ela notificando as escolas públicas e dando um prazo para que o problema seja resolvido,,,vamos esperar...mas eu aposto que nada acontecerá...é para conferir...
 
Roberto Ferreira em 07/09/2011 07:19:38
eu e o meu esposo já encontramos uma ratazana na prateleira de frutas e de frios(danone, manteiga, chocolates,etc) no supermercado pires rede economica do bairro moreninhas, infelizmente foi num domingo nao deu pra ligar na vigilancia sanitaria mas na segunda feira ligamos e nao conseguimos falar com ninguem.
 
Helen Freire dos Santos em 06/09/2011 07:30:58
PERA AI, DEIXA EU ENTENDER, QUER DIZER QUE A VIGILANCIA MULTOU SO PORQUE HOUVE DENUNCIA!! ENTÃO TIRAMOS A SEGUINTE CONCLUSAO, A VIGILANCIA NAO VIGIA NEM FISCALIZA NADA POIS SE PRECISOU DE DENUNCIA O QUE FAZ ENTAO QUANDO DIZEM QUE ESTAO NOS MERCADOS FISCALIZANDO??
 
CARLOS DAMASCENO em 06/09/2011 07:01:42
se voces forem olhar so para os pombos vao ter que fechar todos os comercios inclusive suas casas, agora entra no deposito de cada supermercado ai voces vão ver o que é mais terrivel que são os ratos, baratas e carunchos e se falar dos açougues , as faladas "varejeiras"
 
ramon crisnhina ferandes em 06/09/2011 06:07:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions