A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/04/2010 10:20

Vítimas farão reconhecimento de filho de vereador

Redação

A Polícia Civil fará o reconhecimento dos suspeitos de matar Júlio César dos Santos Flores, 13 anos. Entre eles, está o filho do vereador Paulo Pedra (PDT), Pedro Paulo Pedra.

O procedimento será realizado dia 09 de abril, na 3ª DP (Delegacia de Polícia) da Capital, segundo o delegado Dimitri Erik Palermo.

De acordo com o delegado, Pedro Paulo ainda é considerado apenas testemunha do caso, já que presenciou a briga que envolveu a vítima antes da morte, ocorrida dia 31 de janeiro.

Depois do reconhecimento, a situação pode mudar, caso alguma das vítimas aponte envolvimento direto dele no espancamento que provocou a morte.

Na ocasião, um grupo de jovens e o dono de um trailer acionaram a PM (Polícia Militar) para denunciar que Júlio César e dois amigos, moradores do Jardim Colúmbia, tentaram furtar um trailer fechado.

O delegado, que assumiu a investigação recentemente, revela ainda que já foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, um deles na residência do vereador, localizada no Bairro Carandá Bosque, dia 26 de março, quase dois meses depois da morte.

O objetivo era encontrar o taco de beisebol usado para agredir o adolescente, morto em decorrência de asfixia por afogamento.

O taco não foi localizado até o momento.

O corpo do adolescente foi encontrado no dia primeiro de fevereiro, no córrego Sóter, na Avenida Via Parque, em Campo Grande.

Até o momento, três pessoas foram indiciadas, entre elas, dois donos de trailers.

Os nomes estão sob sigilo até a conclusão do inquérito e o delegado esclarece que o filho do vereador é testemunha do caso.

Pedro Paulo já prestou depoimento à Polícia Civil. Ele e os suspeitos do crime já foram intimados a comparecer para participar do reconhecimento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions