ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  01    CAMPO GRANDE 19º

Amor em 4 Patas

Novembro Azul: 3 formas de prevenir doenças no seu pet

Sabia que os pets machos também podem ter câncer de próstata?

Por Dra. Larissa Meurer (*) | 17/11/2021 12:57

Este mês de novembro possui como objetivo alertar a população masculina sobre como é importante a prevenção do câncer de próstata. Mas o que muitos não sabem é que os pets machos também podem ter esse tipo de doença.

Mas como nosso foco aqui na coluna Amor em 4 Patas é a prevenção, então, bora, falar disso? Existem 3 formas diferentes de prevenir doenças masculinas, como câncer de próstata e testicular. Anota aí:

Primeiramente, é cuidando da alimentação. Você já deve ter ouvido falar a frase: Nós somos o que comemos! Isso mesmo, os animais também. Animais que comem alimentos com muitos conservantes diariamente, possuem mais chances de desenvolver câncer. Os conservantes dos alimentos podem alterar as células em cancerígenas a longo prazo. Sabe aquele cãozinho que teve câncer quando estava idoso? Pois é, ele não teve câncer porque estava velho, mas algo que impulsionou o aparecimento da doença e pode ter sido a ingestão de conservantes durante toda a vida.

Os conservantes estão presentes nos temperos prontos que usamos nos alimentos e também em rações que não utilizam ingredientes de qualidade, por isso, minha recomendação é que você dê rações Super Premium para seu pet, que é o maior nível de qualidade que uma ração pode ter.

Outra forma de evitar que seu cãozinho tenha câncer testicular e de próstata é castrando. A castração de machos é simples e com valor até mais acessível do que em fêmeas. Previne câncer de testículo, de próstata e também o tumor perianal, na região do bumbum.

É comprovado cientificamente que animais castrados vivem 30% a mais, já pensou que maravilhoso? Isso é possível e a decisão está em suas mãos, você é o herói do seu pet.

A terceira forma de prevenção é passar anualmente (se o seu pet for adulto – até 7 anos), e semestralmente (se seu pet for idoso – acima de 7 anos) por avaliação médica. Na avaliação, vou apalpar a região, examinar, preencher todo histórico do seu pet, realizar ultrassom dessas regiões e se necessário, realizar exames complementares.

Assista ao vídeo para conhecer os motivos pelos quais você deve castrar seu machinho, além dos já descritos acima.

Se por acaso a castração não for uma opção, então, te sugiro fazer uma vez ao ano, religiosamente, sem falta, os exames e avaliação médica do seu pet pra ver se há indícios ou não dessas doenças, e se por acaso tiver, ser tratado no início.

Observação: Cirurgia de castração não engorda. Eles apenas não gastam mais tanta energia como antes, quando sentiam cheiro da fêmea no cio. O que engorda é o que o pet come. Por amor ao seu pet, você vai precisar cuidar da alimentação e dar a quantidade certa, nem mais, nem menos, e fazer atividade física regularmente. Isso é bom pra saúde do coração, das articulações, para passear e socializar, gastar energia, entre muitos outros benefícios.

(*) Dra. Larissa Meurer é médica veterinária com 5 anos de experiência clínica. Especializada em Prevenção e profissional no atendimento domiciliar. Trabalha realizando treinamentos de equipe em pet shops com foco em prevenção. E também realizando consultas, exames e vacinas em domicílio com objetivo de aumentar o tempo de vida dos animais e trazendo ainda mais qualidade de vida aos pets e consequentemente pra toda família de seus pacientes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário