ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 23º

Boa Imagem

O que a foto do seu WhatsApp diz sobre você?

Uma foto mal pensada pode fazer você perder oportunidades de trabalho e de negócios

Por Larissa Almeida (*) | 28/12/2021 15:00

A maioria das pessoas não costuma pensar muito quando se trata de escolher a foto do perfil no WhatsApp. Mas isso é um erro, porque ali está uma representação da sua personalidade. Além disso, pode transmitir uma impressão errada ao seu respeito. Hoje em dia, o aplicativo de mensagens é utilizado tanto para as relações pessoais quanto para as profissionais, e justamente por isso o cuidado deve ser redobrado.

Nós somos seres visuais, é inegável como a imagem impacta de maneira positiva ou negativa as relações. Pesquisa publicada pela Universidade de Ohio, com quase 200 alunos, revelou que as “imagens que viam na TV ou nas redes sociais as interessavam mais do que, propriamente, aquilo que estava escrito na legenda”.

Alguns detalhes fazem toda a diferença na foto de perfil: para uma imagem de autoconfiança, olhe diretamente para a câmera fotográfica, juntamente com um sorriso que mostre os dentes, e de preferência em um fundo neutro para não ofuscar seu rosto. É importante observar a resolução da imagem e abrir mão de efeitos, filtros ou óculos de sol para que a foto te represente com veracidade.

O que evitar 

A foto do casal deve ser evitada em WhatsApp porque é como se sua identidade fosse você e o outro. Há perda da individualidade em um aplicativo que deveria ser de uso individual (quando se trata de uso para atividades profissionais).

Fotos de objetos, paisagens, flores, crianças ou qualquer uma que não seja do proprietário da conta também devem ser evitadas, porque transmitem a ideia de alguém que está se escondendo, que não quer ser visto ou encontrado por alguma razão. Gera desconfiança, falta de conexão e, consequentemente, perda de oportunidades profissionais.

Isto porque, hoje, os recrutadores estão buscando os profissionais nas redes sociais e analisam cada aspecto do que é postado, principalmente as fotos dos perfis, que normalmente são públicas. O mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e, muitas vezes, a imagem inicial torna-se, para o bem ou para o mal, um importante fator de seleção.

(*) Larissa Almeida é formada em Comunicação Social pela UFMS e pós-graduada em Influência Digital pela PUC-RS. Trabalhou durante 14 anos na área de comunicação e imagem em importantes instituições como Caixa Econômica Federal, Prefeitura de Campo Grande, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Senado Federal, além de ter coordenado a comunicação da Sanesul. Consultora de imagem formada pelo RML Academy e Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Especialista em Dress Code e comportamento profissional por Cláudia Matarazzo e RMJ Treinamento e Desenvolvimento Empresarial. 

(Imagem: Freepik)

Nos siga no Google Notícias