A notícia da terra a um clique de você.
 
03/02/2018 08:25

As mulheres também têm ereção. O livro da Vagina

Mário Sérgio Lorenzetto
As mulheres também têm ereção. O livro da Vagina

A cambiante e misteriosa sexualidade e genitalidade feminina é como o universo, um vasto e inexplorado território com buracos negros, sujeito a todo tipo de lendas, mitos mal entendidos e suposições que vão mudando ou desmontando-se com novas explicações. Como uma caverna, a vagina ainda guardava seus segredos na obscuridade da ciência. Foram séculos de pouco ou nenhum interesse no prazer feminino. À ciência só lhe importava a reprodução da espécie. Não tinha sequer curiosidade à respeito das peculiaridades eróticas femininas.
Por incrível que possa parecer, duas estudantes de medicina da Noruega derrubaram esses muros da obscuridade. Nina Brochmann e Ellen Strokklen Dahl são, atualmente, professoras de saúde sexual com jovens. Também têm um blog sobre saúde sexual em seu país. Elas são as autoras do "Livro da Vagina", que no Brasil está sendo vendido sob o título "Viva a Vagina". Mas a dupla é mais conhecida pela palestra no TED, a melhor plataforma do mundo sobre ciências, que nas esclarecedoras explicações conta com mais de 2 milhões de visitas. Deveria ser vista em todas as escolas brasileiras.

As mulheres também têm ereção. O livro da Vagina

Os mitos da vagina.

Muitas mulheres cresceram acreditando que poderiam perder a virgindade andando na bicicleta ou montando a cavalo. Esse mito já está suficientemente esclarecido. Também acreditavam que na primeira relação coital teriam dores e sangramento. Mas isso só ocorre com uma minoria. O hímen está situado na entrada da vagina e é elástico, com forma de meia lua ou de um aro e pode expandir-se até deixar entrar o pênis ou tampão sem sofrer nenhum dano.

As mulheres também têm ereção. O livro da Vagina

A ignorância sobre o clítoris.

Ninguém explicou que o clítoris é um extenso órgão e não um botãozinho. Também não disseram que sua construção é bastante similar a de um pênis. Têm uma glande ou cabeça, corpo cavernoso e o mais importante é possível que tenha ereção. Quando está inchado, o complexo do clítoris pode crescer, até dobrar de tamanho. A anatomia desse órgão é conhecida desde 1800 e não apareceu em um só livro, inclusive nos de medicina. Incrível como puderam mentir por tanto tempo. Ele não têm nenhuma função reprodutiva, só sexual. Era uma ameaça que tinha de ser escondida. Podemos imaginar o escândalo que seria até há pouco tempo saber que mulher têm ereção e prazer.

As mulheres também têm ereção. O livro da Vagina

Há diferença entre orgasmo vaginal e clitoriano?

Fazer essa diferenciação não é de todo correto. O motivo é simples: o clítoris se estende pelo interior da vagina. Mas não reta dúvida que somente entre 25% e 30% das mulheres conseguem chegar ao orgasmo somente com a penetração vaginal. A imensa maioria necessita de estimulação da parte externa do clítoris com dedos ou lábios. Desde o ponto de vista sexual das mulheres, pelo menos 50% do ato sexual deveria ser constituído pelo que chamamos de preliminares.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.