ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 14º

Em Pauta

Números irreverentes. O que você fez com tua vida

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 01/04/2024 08:15
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

No Além, você revive todas as suas experiências. Você passou sete meses fazendo sexo. Dormiu por trinta anos. Por cinco meses, folheou revistas enquanto estava sentado na privada. Você sentiu dor por 27 horas. Ossos quebrados, batidas de carro, cortes na pele. Passou seis dias cortando as unhas.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Quinze meses procurando objetos perdidos.

E aqueles inúteis quinze meses procurando objetos perdidos por falta de atenção? E perdeu ainda mais tempo: foram dezoito meses esperando na fila. Dois anos de tédio dirigindo ou olhando fixamente a mesma paisagem de sempre pela janela do ônibus. Valeu, foi um ano lendo livros. Seus olhos doeram. E teve uma maratona de duzentos dias embaixo do chuveiro. Foram duas semanas se perguntando o que acontece quando você morre.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Catorze horas de alegria!

É "genial", você gastou uma hora de tua vida dando-se conta que esqueceu o nome de alguém. Três semanas percebendo que cometeu algum erro. Seis semanas esperando o sinal verde. E tem aquele lado "eca", foram sete horas com a cabeça dentro da privada vomitando. Quinze horas escrevendo tua assinatura. Para quem foi chefe de alguma coisa, esse tempo foi dobrado. Dois dias amarrando sapatos. Sessenta e sete dias de mágoa. Três dias calculando gorjetas. E tem aquele gasto de tempo exuberante. Foram cinquenta e um dias escolhendo o vestido para sair de casa. Eles gastam menos da metade escolhendo a calça e a camisa. Que desperdício! Foram seis meses vendo comerciais. Quatro semanas apenas refletindo sobre coisa alguma. Três anos engolindo comida. Cinco dias abrindo e fechando botões e zíperes. Mas não pode reclamar, foram incríveis catorze horas vivendo a mais pura alegria.

Nos siga no Google Notícias