A notícia da terra a um clique de você.
 
15/01/2019 06:35

Por que as cabines dos aviões parecem geladeiras?

Mário Sérgio Lorenzetto
Por que as cabines dos aviões parecem geladeiras?

Por que sentimos tanto frio em um avião? Quantas vezes que morreríamos de frio, especialmente em voos longos e noturnos? Por que as cabines de aviões parecem geladeiras?
Um dia qualquer há cinco anos. Voo direto São Paulo - Nova York em um Airbus. No meio do avião faz um frio só resolvido com uma manta e casaco. Visitando a parte dianteira, um frio de morte. Nem com duas mantas, eles conseguem conciliar o sono. Todavia, indo ao banheiro na parte traseira, era observável a formação de gelo no exterior das janelas. Nessa região, o frio estava abaixo de dez graus. Quem passa a vida no aviões, já sofreu centenas de vezes frios congelantes em qualquer companhia aérea e em todos os aviões. Existe uma explicação para esse mal estar nos voos?

Por que as cabines dos aviões parecem geladeiras?

Os tripulantes procuram a explicação.

"Isso é algo que deveria perguntar aos engenheiros", responde um piloto. "O sistema de ar condicionado é regulado pelo piloto ou co-piloto. O problema é que os sensores de temperatura repartidos pelas cabines adquirem vida própria com o passar do tempo e da sujeira acumulada", tenta explicar. Ou melhor, não explica. "Vida própria"? Os aparelhos de ar-condicionado são seres vivos? Há fantasmas dentro deles? Mas continua: "muitas vezes, colocamos 24 graus, mas a temperatura atinge níveis polares". E da o toque final: "outras vezes, acontece o contrário, os passageiros da frente sentem calor e os de trás, congelam". Enfim, garante: "não há maneira de acertar...." . E ainda lembra que os homens tendem a sentir mais calor que as mulheres. "Agora, misture tudo isso e terá a resposta". Não é minimamente satisfatória, apesar de reconhecer e agradecer o esforço do piloto.

Por que as cabines dos aviões parecem geladeiras?

Avião cheio e vazio, um indício de resposta.

Outro piloto dá uma ideia melhor da origem do problema: "avião cheio ou vazio", diz ele, como uma resposta ao frio ou calor que sentimos em um voo. Também afirma que o maior ou menor movimento dos passageiros e aeromoças influenciam na temperatura ambiente. Explica que os pilotos só conseguem movimentar os botões para determinar temperatura mínima de 18 graus e máxima de 30 graus. É que recebem a orientação de colocar em 24 graus. "No meu avião, mais moderno, temos três botões para regular a temperatura, um para a cabine, outro para a primeira metade do avião e o terceiro, para a parte de trás". Também afirma que não há uma razão específica para colocar nos 24 graus, "é só comodidade".
O que parece é que na parte da frente faz mais frio que na traseira devido ao fluxo do ar frio. Também faz mais frio ao,lado das janelas que no corredor.
As empresas que constroem aviões - Embraer, Airbus e Boeing - não montam aparelhos de ar condicionado. São comprados de empresas que trabalham especificamente com esses aparelhos e instalados de acordo com especificações de medida e não de controle de temperatura. Jogam a responsabilidade unicamente para pilotos e co-pilotos.
O mundo da aviação está repleto de mistérios insondáveis.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.