A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


09/09/2012 20:21

Amplavisão

Manoel Afonso

LEITOR lembra do poder do município em criar a guarda municípal. O art. 144 - § 8º da CF: “os municípios poderão constituir as guardas municipais destinada à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.”

JURISTAS questionam a interpretação abusiva, lembrando o caso de São Paulo, onde os casos de excessos tem causado críticas. Armar pessoas, fora das rígidas normas militares, para atribuições delicadas é no mínimo um perigo.

ELEIÇÕES se transformam em campo experimental de propostas extravagantes . Felizmente a maioria não vinga. Mas Valdo Varjão cumpriu a promessa de construir um aeroporto exclusivo para disco voador em Barra do Garças.

REFLEXÕES O eleitor é prático. Simplesmente quer ser atendido em suas demandas, venha de onde vier. Não aceita ser julgado apenas pelos seus desejos. Os sociólogos e marqueteiros tentam entende-lo, mas nem sempre conseguem.

‘CASCATA PURA’. O MPE branda a espada da moralidade/transparência dos agentes públicos, mas não faz a lição de casa. Para não revelar os ganhos de seu pessoal alegou na cara dura que seria ‘bisbilhotice’. E esse país muda?

INSISTO Perdoamos suas dívidas, mas Bolívia e Paraguai não retribuem com leis mais rígidas na regularização de carros brasileiros. Se falta boa vontade deles, sobra-nos razões para exigir. Nosso país não é mesmo respeitado lá fora.

O LUTO pela morte dos dois jovens não mudará nossa política externa. FHC, Lula e agora Dilma se mostraram frouxos e desinteressados em mudar essa relação. Se não temos moral com esses vizinhos, imaginem no 1º Mundo!

7 DE SETEMBRO O bom momento econômico não melhora o nível de patriotismo. Falta-nos motivação na exaltação dos valores da pátria e até invejamos a postura de povos mais pobres, como os paraguaios por exemplo. Não é?

REVELAÇÕES O livro “Partido da Terra’, de Alceu Luis Castilho mostra: a classe política é proprietária de mais de 2 milhões de hectares, área equivalente ao Sergipe, que corresponde a 1,2 % do território nacional. Alguns deles:

BLAIRO MAGGI 203 mil has; seu primo Erai 380 mil has; Nilton Cardoso 185 mil has; Geddel V. Lima 10 mil has; Iris Resende 21 mil has; Eunício 8 mil has ; João Lyra 53 mil has. A média no Senado seria de 1 mil hectares.

“Quero dizer a vocês, com toda franqueza, que me sinto traído”. (Lula-Mensalão em 2005)

PMDB-PSDB, mais afinidades do que diferenças
O PODER vicia. Encontrei na Assembleia Legislativa com o ex-prefeito de Paranaíba ‘José Braquiária’ (PDT). Pelas expressões usadas, ainda não se conf...
Juiz Odilon tem até abril de 2018 para decidir futuro político
‘FACADAS’ Após o encontro entre Sergio Longen, presidente da Fiems (Federação das Indústrias de MS), e Junior Mochi, presidente da Assembleia Legisla...
Quem tem medo do deputado Carlos Marun?
PASTEL Nas eleições municipais de 2016, o ex-governador André Puccinelli e o atual deputado Paulo Siufi (ambos do PMDB) apostaram: se a vitória fosse...
Banheiro chique, parto da reforma e máfia do táxi
‘MOLEZA’ Mesmo para os neófitos, o exercício da vereança está sendo facilitada. Além de cursos e palestras nas câmaras e associações de vereadores, e...



Presado m.afonso, tua pesquisa sobre o tamanho das áreas de terras dos politicos é importante, porem não entendi o que vc pretendeu demonstrar. Possuir terras não é crime, desde que sejam terbalhadas e produtivas. produzir alimentos é nobre. E hoje, aliado ao agronegocio da exportação está contribuido com o equilibrio das contas externas. No momento, as atividades agropastoris estão evitando que
 
ramãoi ney magalhães em 14/09/2012 04:06:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions