ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 13º

Momento Saúde Bucal

Fevereiro Roxo: Fibromialgia, Lúpus e a saúde bucal

Marco Polo Siebra (*) | 24/02/2023 10:32

Continuando ainda no fevereiro roxo, hoje vou falar sobre a fibromialgia e o lúpus com reflexo na boca.

Tanto a fibromialgia como o lúpus são doenças autoimunes, ou seja, não são doenças causadas por vírus ou bactéria e sim o próprio organismo desenvolve. Não tem uma causa específica, mas está muito ligado as emoções, as alterações emocionais.

A fibromialgia pode ser definida como uma síndrome de dor crônica, não inflamatória, de origem desconhecida, atinge 2,5% da população mundial, na qual a cada 10 pacientes com fibromialgia nove são mulheres, ou seja, é mais prevalente no público feminino. Caracteriza-se por dores intensas, em determinados pontos do corpo e são normalmente acompanhadas por fadiga, por distúrbios do sono, sintomas psiquiátricos e somáticos. Podendo desencadear uma disfunção do sistema mastigatório que afeta as articulações e músculos da face. A chamada Disfunção Temporomandibular (DTM) que é uma alteração na articulação (ATM) ou nos músculos responsáveis pela mastigação que ligam o maxilar à mandíbula, o dentista tem que estar preparado para atender essa pessoa com fibromialgia.

Lúpus é uma doença inflamatória crônica, multissistêmica e autoimune. Assim como outras patologias que envolvem o sistema imunológico, as próprias células de defesa do organismo entram em desequilíbrio e atacam os tecidos saudáveis do corpo.

Ele pode ser dividido nos seguintes grupos:

• Lúpus discoide: surge apenas em forma de manchas na pele, geralmente avermelhadas ou eritematosas, no rosto, decote, pescoço, nas orelhas e nos braços (áreas expostas ao sol).

• Lúpus induzido por drogas: decorrente do uso de determinados medicamentos, como antiarrítmico e vasodilatador. Os sintomas são semelhantes ao tipo sistêmico da doença, mas, com a interrupção dos fármacos, a doença é resolvida.

• Lúpus eritematoso sistêmico (LES): forma mais grave da doença, pode afetar todos os órgãos e sistemas. Tem períodos de exacerbação e remissão.

Manifestações bucais do lúpus: Úlceras orais e nasais; Gengivite descamativa; Gengivite marginal; Lesões erosivas na mucosa; Distúrbios de articulação temporomandibular (artralgia e artrite); Síndrome de Sjögren (xerostomia e hipo hidrose generalizada); Higiene bucal precária por causa das lesões e Cáries dentárias.

Um dos cuidados com o paciente com fibromialgia ou lúpus está em algo bem simples: a humanização no atendimento. De fato, a recepção a qualquer pessoa deve ser pautada no respeito e na empatia, mas em alguns grupos, a atenção com a ansiedade e o medo deve ser redobrada.

Vale lembrar que a saúde mental dos portadores da fibromialgia e do lúpus, quando está abalada, pode gerar consequências negativas para o sistema nervoso, o que contribui para o desenvolvimento da doença ou agravamento dela.

E aí gostou dessas informações? Ficou alguma dúvida? Qualquer coisa me manda um direct no meu Instagram @marcopolosiebra, que eu terei o maior prazer em te ajudar.

Um grande abraço até o próximo vídeo.

(*) Marco Polo Siebra é Odontólogo há mais de 30 anos, Especialista em: Prótese Dentária; Odontogeriatria; Implantodontia. É Master Coach Pela FEBRACIS (Federação brasileira de Coaching Integral Sistêmico), Ministrante dos Cursos: Pode da Ação; Poder e Alta Performance; Jeito de Viver Família; Educar, Amar e Dar limites; Decifre e Influencie Pessoas; Coach de Carreira; Analista de Perfil Comportamental; Processo de Coaching Individual; Processo de Coaching em Grupo; Especialista em “Neurociência e Performance Humana” na Faculdade FEBRACIS; Presidente da Liga de Neurociência da Febracis Pós-graduações; Coordenador de um Grupo de Apoio para familiares e cuidadores de pessoas com Alzheimer. Hoje tem como principal missão e propósito de vida impactar e transformar pessoas de forma que concretizem seus sonhos e objetivos em todas as áreas da vida.

Nos siga no Google Notícias