ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 27º

Festas e Eventos TV

Empreendedorismo feminino é tema de projeto nacional

Governo Federal em parceria com o Sebrae trouxe para Capital a primeira edição da Caravana “Brasil pra Elas"

Por José Marques - Conteúdo de Marca | 28/05/2022 07:45
Claudio Mendonça, diretor-superintendente do Sebrae MS, falou sobre a atuação da instituição durante o evento (Foto: Sebrae/MS)
Claudio Mendonça, diretor-superintendente do Sebrae MS, falou sobre a atuação da instituição durante o evento (Foto: Sebrae/MS)

Com a proposta de levar conhecimento para mulheres que empreendem ou desejam se tornar empreendedoras teve início, no dia 21 de maio, a Caravana “Brasil pra Elas”. Campo Grande foi a primeira cidade do país a receber a iniciativa que é fruto do programa “Brasil pra Elas”, realizado pelo Governo Federal, em parceria com o Sebrae e instituições do Sistema S, com participação do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, além de contar com o apoio de governos estaduais e prefeituras.

Realizado na sede da Associação de Moradores da Coophavila II, o evento foi aberto pelo presidente do Sistema Fiems e presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae/MS, Sérgio Longen, que destacou a importância da atuação conjunta entre as instituições.

“Essa é uma oportunidade única em que o Sistema Fiems, juntamente com o Sebrae, Governo Federal e demais instituições parceiras, trabalham em conjunto para proporcionar a geração de renda e impulsionar a retomada da economia. É um evento em que todos estão integrados com ações organizadas, algo que, com certeza, irá ter resultados positivos”, ressaltou Longen.

Na data, mais de 1.500 participantes estiveram presentes na ação. Foram organizadas 43 caravanas que possibilitaram a vinda de mulheres de 25 municípios de Mato Grosso do Sul e de 18 bairros de Campo Grande. De acordo com o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, a principal ideia foi possibilitar que as participantes deem o primeiro passo em direção à independência financeira, por meio do empreendedorismo, com inclusão financeira e tecnológica.

“Trouxemos diversas oportunidades de capacitação para que essas mulheres aprendam mais em diversas áreas e se sintam confiantes para empreender, garantir renda para sua família e um espaço mundo dos negócios. Também trouxemos apoio para aquelas que já empreendem poderem melhorar a sua empresa e crescer. É assim que o Sebrae cumpre, mais uma vez, o seu papel, dando suporte para as empreendedoras sul-mato-grossenses”, enfatizou Mendonça.

Representantes do Governo Federal, Sebrae, instituições do Sistema S e demais parceiros estiveram presentes na abertura do evento (Foto: Sebrae/MS)
Representantes do Governo Federal, Sebrae, instituições do Sistema S e demais parceiros estiveram presentes na abertura do evento (Foto: Sebrae/MS)

A secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, pontuou que o evento vem para mostrar a importância do empreendedorismo para a inclusão do público feminino no Brasil, começando por Mato Grosso do Sul.

“Escolhemos fazer a primeira caravana aqui por ser um estado muito avançado e desenvolvido. Então, esse é um projeto piloto, vamos fazer uma pesquisa de campo aqui para que possamos identificar quais são as necessidades e anseios dessas mulheres e podermos ampliar essas ações em outros estados, pois vamos percorrer o Brasil inteiro com a Caravana Brasil pra Elas”, expôs a secretária.

Durante a abertura do evento também estiveram presentes, entre as autoridades, Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae Nacional; Tito Estanqueiro, diretor de Operações do Sebrae/MS, além dos conselheiros do Sebrae/MS Jaime Verruck, secretário da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro); Gustavo Arruda, superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul; e Ederson Claudio Negri, superintendente da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso do Sul.

Capacitações para elas

A programação conta com, pelo menos, 16 palestras, oficinas e workshops, disponibilizados pelo Sebrae, Sesi, Senai, Senar e Senac. Um dos destaques do cronograma foi o Talk Show - Elas fazem História no MS, quando empreendedoras de municípios diferentes do Estado apresentaram para o público a trajetória que percorreram no empreendedorismo.

De acordo com a diretora-técnica do Sebrae/MS, Maristela França, ações como essa são importantes para mostrar para as participantes que, apesar dos desafios, é possível se destacar no mundo do empreendedorismo.

“Quando nós contamos histórias verídicas de superação e de conquistas, mostramos para as mulheres que o empreendedorismo poder ser sim um caminho a ser seguido. A mulher não separa a família, os filhos e a casa da empresa, ela concilia tudo e é algo possível. Ouvir esses depoimentos para muitas mulheres é o ponta pé inicial e o nosso objetivo é inspirá-las”, comentou Maristela.

Além das capacitações nas mais diversas áreas, como dicas de maquiagem, técnicas básicas de design de sobrancelha, palestras sobre empreendedorismo, oficinas de derivados do leite, introdução a fabricação de produtos de panificação e costura criativa, as mulheres também tiveram a oportunidade de receber atendimento para formalização e alteração de empresas pelo Sebrae e acesso à crédito e abertura de conta pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Também foi promovido atendimento odontológico, recreação e contação de histórias para as crianças.

Técnicas de maquiagem foi um dos cursos oferecidos durante a caravana (Foto: Sebrae/MS)
Técnicas de maquiagem foi um dos cursos oferecidos durante a caravana (Foto: Sebrae/MS)

Um dos principais interesses do público é a busca por cursos: muitas mulheres presentes têm aproveitado a oportunidade para se capacitar. É o caso da Rosimeire Claus da Silva, da caravana de Caarapó, que atua no ramo da beleza como cabeleireira, também veio conferir o curso de maquiagem para aprender mais.

"Trabalho informal, mas também tenho interesse em saber mais informações. Já faço curso de cabelo na cidade e quero me especializar", contou.

Maxilaine da Silva, que é de Nova Andradina, está buscando oportunidade de capacitação e ressocialização com as mulheres e quer participar dos cursos de panificação, costura e design de sobrancelha.

"São todas as áreas que eu posso trabalhar e terei boas oportunidades. Tenho outros cursos do Sebrae de outros projetos e atualmente estou trabalhando em restaurante como freelancer. Busco oportunidade para ter uma renda", expôs.

Mais informações pela Central de Relacionamento do Sebrae, pelo telefone 0800 570 0800.

*texto por Natalie Malulei e Nayara Tiago


Nos siga no Google Notícias