A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

27/08/2018 06:40

Vera se livrou de 20 anos de remédios e retomou a vida sem dores na coluna

Hoje ela diz que não toma "nem Dipirona", graças ao tratamento criado pela Doutor Hérnia

Post Patrocinado
Vera durante trabalho na oficina da família, em pé, o que era raridade antigamente. (Foto: Henrique Kawaminami) Vera durante trabalho na oficina da família, em pé, o que era raridade antigamente. (Foto: Henrique Kawaminami)

Os últimos tempos são de muita calçada lavada e no capricho. Pode parecer estranho, mas Vera  Lúcia Quintana esperou 20 anos para realizar o sonho de jogar água pela casa e esfregar à vontade, sem sofrer com as dores na coluna. "Nossa, não tem nada que pague essa felicidade de cuidar das minhas coisas. Antes, nem tirar a roupa da máquina de lavar eu conseguia", lembra.

Desde os 34 anos, enfrentar simples tarefas era tormento remediado só com comprimidos fortes. Por isso, as funções de dona de casa ganharam tamanho valor. Atualmente, sobra energia até para responsabilidades na oficina da família, que funciona na Avenida Guaicurus, em Campo Grande. "Ando de lá pra cá o tempo todo. Só não empurro carro por meu filho não deixa", garante Vera.

Varrer a varanda pode parecer cansativo, mas para Vera é a realização de um sonho. (Foto: Henrique Kawaminami) Varrer a varanda pode parecer cansativo, mas para Vera é a realização de um sonho. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com a personalidade inquieta, Vera diz que “acabou com a coluna” quando resolveu transportar por conta própria um armário de madeira, de 10 portas. “Na hora que eu ergui, senti que desloquei a coluna. Nunca mais vivi sem remédio para dor nas costas, nos braços, nas pernas, no corpo todo. Tinha dias que nem tomar banho eu conseguia”, conta.

Foram duas décadas de peregrinação por médicos, com inúmeras receitas e a indicação de cirurgia. “Mas nunca aceitei fazer operação. Conheço pessoas que mesmo depois de enfrentarem o risco da cirurgia continuam com dores insuportáveis”, justifica.

A transformação - Um dia, ao perceber o sofrimento de Vera, uma amiga prometeu encontrar a solução definitiva para o problema e indicou a Doutor Hérnia, rede especializada em diagnóstico e tratamento de doenças da coluna.

Dito e feito, após 3 meses de sessões semanais, a vida voltou ao eixo. “Hoje não tomo nem Dipirona”, comemora.

Logo no primeiro contato, Vera diz ter acreditado no método e em pouco tempo os resultados compravam que a decisão foi acertada ao procurar a Doutor Hérnia para recuperar a qualidade de vida.

“Gostei já da consulta, pela forma como o fisioterapeuta explicou o processo. Me convenceu. Depois, quando comecei as sessões 2 vezes por semana, não acreditava que tinha sofrido tanto tempo à toa”.

Vera diz que hoje só não empurra carro, o resto, encara qualquer tarefa sem medo das dores. (Foto: Henrique Kawaminami) Vera diz que hoje só não empurra carro, o resto, encara qualquer tarefa sem medo das dores. (Foto: Henrique Kawaminami)

O diagnóstico de Vera é o mesmo de milhares de pessoas: hérnia de disco. Em muitos casos, o paciente nem percebe o problema começar de forma sorrateira, com um formigamento no braço ou torcicolos frequentes.

A disfunção ocorre quando os discos intervertebrais, estruturas em forma de anel entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, ficam desgastados e se rompem, liberando a porção interna do disco, que acaba comprimindo nervos.

Para acabar definitivamente com esse tipo de dor, foram necessários mais de 15 anos de rotina em consultório e estudos das patologias da coluna vertebral, até a criação dos protocolos de atendimento da Doutor Hérnia. Hoje, as clínicas espalhadas pelo Brasil são referências em tratamentos não invasivos, sem cortes, medicamentos ou riscos de lesões.

Avaliação feita por fisioterapeuta usa maca especialmente desenvolvida para tratar hérnia de disco.Avaliação feita por fisioterapeuta usa maca especialmente desenvolvida para tratar hérnia de disco.

A fórmula não é milagrosa, apenas trata a causa das dores e fortalece a coluna para que a disfunção não volte. O trunfo para o sucesso na reabilitação é o diagnóstico certeiro, a partir de exame clinico e avaliação de radiografia, tomografia e ressonância nuclear magnética. Esse processo minucioso consegue indicar o ponto exato da disfunção a ser tratada, sem perda de tempo.

Após detectar a origem da dor, com manobras manuais precisas, aparelhos e exercícios dirigidos, o fisioterapeuta realinha as vértebras, consegue a descompressão do disco e a reabsorção do núcleo. Por fim, o último passo é fortalecer a musculatura que protege a coluna, com sessões de pilates.

"A cirurgia não é a solução porque a hérnia de disco é uma patologia relacionada ao movimento. Com o tempo, os discos das outras vértebras acabam sendo sobrecarregadas, gerando novas hérnias. Por isso, a necessidade de colocar os discos no lugar, fortalecer a coluna e mudar hábitos", explica o fisioterapeuta Matheus Pereira Prado.

Não há motivo para sofrer com a coluna travada. Agende uma avaliação na Doutor Hérnia para entender como ocorre o tratamento. Para cada disfunção há um protocolo indicado e todos os procedimentos são explicados detalhadamente aos pacientes.

Entre em contato pelos telefones (67) 3327-0056 e 99964-0065 e marque a consulta. A Clínica funciona de 8h às 12h, de 14h às 18h, na Rua João Akamine, 505, Bairro Santa Fé.

Saiba mais sobre o trabalho na página do Facebook  da Doutor Hérnia ou em nosso site de Campo Grande.

Em Campo Grande, a Doutor Hérnia fica na Rua João Akamine, 505, Bairro Santa Fé..Em Campo Grande, a Doutor Hérnia fica na Rua João Akamine, 505, Bairro Santa Fé..
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.