A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

08/05/2018 11:53

Você sabia que o chope que viaja menos é melhor? Entenda o porque

Especial Publicitário
(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

Sabia que o melhor chope que você pode tomar é aquele que leva menos tempo e percorre menos distâncias para chegar até você, depois de envasado? É verdade! Ao contrário dos vinhos, quanto mais novo o chope for, mais saboroso, aromático e cremoso ele é. Por isso, na hora de pedir uma caneca bem gelada, saiba bem de onde vem esse “néctar” que você está tomando.

A maioria das marcas de chope que temos à disposição em Campo Grande, percorre, cerca de mil quilômetros até chegar à sua mesa. Nesse caminho, muitas vezes por estradas ruins, chacoalhes, mal armazenamento e temperaturas altas durante a viagem, a bebida chega a nossa cidade sem as principais características, normalmente preservadas no envaze.

Agora imagine o sabor de um chope feito, praticamente, no quintal da sua casa. Pense que ele levou 15 dias para ser produzido, mas que você poderá desfrutar dessa bebida quase no mesmo dia em que ela sai da fábrica. E sem percorrer mais que 20 quilômetros até chegar a você.

Para dar esse gostinho de frescor aos consumidores de cerveja, o Grupo RFK (cervejaria Campo Grande) começou a envasar em Mato Grosso do Sul os chopes de suas marcas. Já estão à disposição dos consumidores os chopes Bamboa 100% Malte e o Moema que, por serem feitos aqui não enfrentam as condições de transporte e viagem das marcas mais tradicionais e, por isso, preservam todas as suas características iniciais como aroma, sabor marcante e cremosidade inigualável.

Os chopes Bamboa 100% Malte e Moema, por enquanto, estão sendo vendidos apenas nas distribuidoras de bebidas e conveniências para o serviço de delivery. Mas a garantia da fábrica é que em pouco tempo eles também sejam servidos em bares e restaurantes.

Além do sabor mais fresco e original, o preço também é o ponto forte: o Bamboa está sendo vendido a R$ 11,90 o litro e o Moema a R$ 9,90. Valores mais justos comparados ao das marcas tradicionais que ficam entre 14 e 18 reais o litro, em média.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

Chope produzido com carinho

Há tempos os consumidores da Bamboa vem pedindo um chope da marca e ele veio, fabricado depois de um longo estudo de mercado e das características dos consumidores do estado. Ou seja, assim como as cervejas Moema e Bamboa 100% Malte, os chopes também foram pensados nos hábitos de consumo do sul-mato-grossense.

Para quem ainda não sabe, o chope de certa forma é a cerveja que ainda não ficou pronta, por isso pode ser chamada de uma bebida ainda crua, que preserva mais os aromas e sabores do malte e dos lúpulos usados em sua fabricação.

São exatos 15 dias desde o início do processo que começa com a mosturação (cozimento do malte que leva cerca de 7 horas), depois vem a fermentação (quando as leveduras vão transformar o mosto em chope durante 7 dias)e em esguiada a maturação (7 dias de descanso) O que difere o chope da cerveja a partir deste ponto é que pra virar cerveja, a mistura passa por um processo de pasteurização, quando o líquido é envazado a 3 graus Celsius, elevado a 60 graus e baixa gradativamente até a temperatura ambiente neste momento se transforma em cervejas podendo ser consumidos em até 180 dias diferente do chope que não tem esta etapa e deve ser consumido em até 15 dias .

Quem quiser curtir o final de semana com os amigos, já pode pedir os chopes Bamboa 100% Malte e o Moema nas distribuidoras e conveniências. O kit completo vem com a chopeira, o cilindro de gás e duas opções de barris: de 15 e 30 litros.

Aproveite para prová-los e bom final de semana!

Acompanhe também nas redes sociais @cervejabamboa e @cervejamoema

 

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.