A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

01/09/2017 14:30

Idoso vítima de derrame aguarda vaga em UTI há dois dias

O agravante é que o idoso também sofre de mal de parkinson e alzheimer

Guilherme Henri

Vítima de derrame, idoso de 74 anos aguarda há dois dias uma vaga de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais de Campo Grande. A denúncia foi feita pela neta da vítima, uma advogada de 27 anos, por meio do canal Direto das Ruas.

Segundo a advogada, que pediu para ter a identidade preservada, seu avó Nascimento Nogueira Santana sofreu o derrame e está entubado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino, desde quarta-feira (30).

Esta é a segunda vez que ele sofre um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e o agravante é que o paciente também sofre de mal de parkinson e alzheimer.

A neta diz que a situação é triste e que seu avô precisa fazer três exames, sendo eles tomografia, um cardíaco e outro no pulmão, porém a unidade de saúde onde está não possuí os recursos necessários. “Eles estão fazendo o que podem”, disse a advogada.

Vaga 0 – De acordo com o coordenador de urgência e emergência do município, Yama Higa, a solicitação de vaga para UTI do paciente foi feita na tarde de quinta-feira (31), no entanto, até o início da tarde desta sexta-feira (1º) nenhum dos três hospitais de Campo Grande, sendo eles Santa Casa, Hospital Universitário e Regional tinham a vaga.

“Ele é prioridade, mas na atual situação das unidades de saúde é preferível que permaneça na UPA. Com os hospitais abarrotados de pacientes, ele vai sair de uma cama para ficar em um corredor”, lamenta.

Secretaria – A Secretaria de Saúde assumiu a lotação nos hospitais conveniados pelo município e informou que a situação do paciente Nascimento Santana é considerada estável. Entretanto, ele está bastante debilitado e neste momento respira com ajuda de aparelhos.

O caso é acompanhado pelo setor de regulação, que tenta viabilizar a transferência para o Hospital Universitário, que segundo a secretaria é o mais indicado para atendê-lo. 

Mas, para que a tranferência do idoso possa ser feita é necessário aguardar a liberação de um leito

Direto das Ruas - A denúncia acima foi feita por um leitor. Você pode fazer contato com o Campo Grande News via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, um meio de interação entre a redação e o leitor, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 99955-4050.

Matéria editada para acréscimo de informações às 15h32.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions