ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 22º

Direto das Ruas

Leitora é picada por escorpião em agência bancária na hora do rush

"Dessa vez fui eu e não foi fatal, mas para uma criança poderia ser", disse ela preocupada

Por Giovana Martini | 13/04/2021 11:06
O escorpião que picou Rosana na agência bancária. (Foto: Direto das Ruas)
O escorpião que picou Rosana na agência bancária. (Foto: Direto das Ruas)

Rosana de Oliveira França, de 34 anos, foi picada por um escorpião, no começo da tarde de segunda-feira (12), dentro de agência da Caixa Econômica Federal na Avenida Bandeirantes, uma das mais movimentadas da cidade. "Fui até lá pegar um cartão novo, estava na boca do caixa debloqueando ele quando fui picada, uma dor insuportável. Fui para resolver um problema, saí de lá com outro".

De primeira, Rosana diz ter sentido uma dor no pé direito, sem saber ao certo a origem. "Foi só quando o rapaz que estava atrás de mim pisou e matou o bicho foi que eu vi que era um escorpião. Algumas pessoas na agência começaram a falar que aquele era um escorpião vinagre, que era perigoso", relata.

O inchaço no pé de Rosana após a picada. (Foto: Direto das Ruas)
O inchaço no pé de Rosana após a picada. (Foto: Direto das Ruas)

Ela reclama da presença desse tipo de animal e também diz que esperava uma assistência melhor do pessoal da Caixa. "Quem se preocupou mais comigo foram os guardas de lá. Meu pé doía muito. Alguém com crachá da Caixa chamou os Bombeiros, mas me disseram que se eu pudesse era melhor ir por conta própria até o posto de saúde, porque eles podiam demorar". E foi isto o que fez, levando consigo, em um envelope de depósito, o escorpião morto, para que os médicos pudessem analisar.

No posto de saúde, os médicos informaram a Rosana que ela não corria perigo. "Eles falaram que escorpião é mais perigoso para crianças, que como eu era adulta não precisaria tomar soro. Isso me fez lembrar que minutos antes de mim, uma mãe com uma criança estava no caixa. A criança andando pra lá e pra cá, o escorpião podia ter pegado no pé dela. Dessa vez fui eu e não foi fatal, mas para uma criança poderia ser", disse ela preocupada.

A Caixa Econômica foi procurada sobre o caso e informou que a equipe da agência acionou imediatamente o Corpo de Bombeiros e prestou o atendimento necessário no local. A gerência da unidade entrou em contato com a cliente que lhes informou que passa bem. A unidade passará por dedetização hoje, às 17h, e abrirá normalmente amanhã

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário