A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/01/2015 18:09

Morador de se queixa de longo prazo para fiscalização em terreno baldio

Adriano Fernandes
Segundo morador, o problema exista há dez anos.(Foto:Direto das Ruas)Segundo morador, o problema exista há dez anos.(Foto:Direto das Ruas)

Um morador do bairro São Francisco, em Campo Grande, fez contato com a redação se queixando do longo prazo para que seja feita a fiscalização e limpeza de um terreno abandonado do bairro. Segundo o leitor, o prazo estipulado foi de aproximadamente 45 dias.

O leitor, que preferiu não ter a identidade divulgada, disse que o problema persiste desde quando se mudou para o bairro, há dez anos. Os moradores desconhecem o proprietário do imóvel, que não tem muro e nem calçada. Revoltado com a situação, o morador entrou em contato com a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento urbano) onde lhe passaram um prazo de até 45 dias úteis para vistoria.

“Isso é um absurdo, 45 dias para a fiscalização vir verificar. No local há todo tipo de animal, bandidos se abrigam no terreno”, se queixou o rapaz.

A reportagem fez contato com a secretaria por meio de assessoria de imprensa, que informou que o longo período de espera, deve-se a grande demanda de vistorias solicitadas pela população.

O prazo médio aproximado seria de 10 dias úteis que além de ser comprometido pelo grande número de pedidos, também é prolongado devido a todo o processo de deslocamento até os locais, identificação do proprietário, multa e limpeza do terreno. São prazos estipulados por lei e que devem ser seguidos pelo órgão, informou a assessoria.

Direto das Ruas - Pelo canal de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions