A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Setembro de 2019

18/07/2019 11:07

Moradores reclamam que fogo virou rotina em terreno baldio perto de terminal

Eletrônicos descartados no local ficaram destruídos em incêndio no bairro Mata do Jacinto

Ronie Cruz
Foto feita por internauta em terreno baldio em chamas na noite desta quarta-feira (18) (Foto: Direto das Ruas)Foto feita por internauta em terreno baldio em chamas na noite desta quarta-feira (18) (Foto: Direto das Ruas)

Um incêndio atingiu um grande terreno baldio na noite desta quarta-feira (17) no bairro Mata do Jacinto, perto do Terminal Nova Bahia. Apesar de a maior parte do fogo já estar apagada, a madeira do cercado ainda estava em chamas na manhã desta quinta-feira (18) no lote.

Enviado pelo Canal Direto das Ruas, um vídeo gravado por um internauta mostra o terreno em chamas ontem a noite. O funcionário público federal Antildes Inácio Simões, 63, que mora em frente ao lote na Rua Ermandina Silveira Reiche conta que o incêndio começou por volta das 7h e que um filho chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, mas não sabe dizer se os militares estiveram no local para combater o fogo.

“O dono não limpa esse terreno. Vira um matagal danado e tem gente que põe fogo pra limpar. Esse incêndio de ontem começou na calçada. Meu neto de 1 ano e dois meses está gripado e tivemos que fechar portas e janelas aqui ontem. Não vimos mais nada depois”, contou o morador.

“Foi feio. O fogo estava bem alto. Encheu o nosso apartamento de fumaça e a gente não aguenta mais”, disse a aposentada Maria Abogarin, 50 que passava pelo local com a vizinha Janete Gonçalves de Miranda, 70. “Eu deixei o apartamento todo fechado. E mesmo assim quando cheguei estava impossível ficar lá dentro”, contou a vizinha.

Veja o vídeo:

O jardineiro José Martins, 47, diz que desde a semana passada o local é alvo de incêndios provocados por quem vive nas redondezas. “Na semana passada queimaram a parte de cima. Ontem encheu de fumaça e fuligem a minha casa. O povo joga armário, joga sofá, joga tudo aí”, disse o jardineiro.

De fato, apesar de uma placa afixada na cerca proibindo o descarte de lixo no local, aparelhos eletrônicos como computadores e impressoras são encontrados no terreno. Parte da calçada na Rua Ermandina Silveira Reiche está tomada pelo mato.

Impressora e computador descartados em frente ao terreno ficaram destruídos (Foto: Marina Pacheco)Impressora e computador descartados em frente ao terreno ficaram destruídos (Foto: Marina Pacheco)
Placa proibindo jogar lixo afixada na cerca é desrespeitada (Foto: Marina Pacheco)Placa proibindo jogar lixo afixada na cerca é desrespeitada (Foto: Marina Pacheco)

 

 

 

 

 

 

 

 

Alerta - O Corpo de Bombeiros alerta a população para que evite atear fogo para a “limpeza” de terrenos baldios ou outras áreas, já que as condições atmosféricas favorecem o alastramento das chamas –ao passo que a fumaça também pode reduzir a visibilidade próximo a vias públicas e estradas, além de causar problemas à saúde.

Multa - A prática de atear fogo em matagais também pode render multas de até R$ 5 mil em Campo Grande. Em 2018, a Capital registrou 2,3 mil focos de incêndio nas zonas urbana e rural que foram atendidos pelos bombeiros, conforme dados do Planurb (Agência Municipal de Planejamento Urbano). Denúncias sobre a prática podem ser encaminhadas ao telefone 156.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions