A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

17/07/2017 12:56

Paciente com câncer fica sem tratamento por falta de remédio em hospital

A informação que recebe na instituição de saúde é que o fornecedor ainda não entregou medicamento

Mayara Bueno
Hospital Regional de MS, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).Hospital Regional de MS, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

Por falta de um medicamento destinado ao tratamento de câncer, Neusa Schlemper Marinho, 58 anos, não conseguiu passar pela sessão de quimioterapia no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), nesta segunda-feira, 17.

A informação que recebe da farmácia da instituição de saúde é que o fornecedor que ganhou a licitação ainda não entregou o remédio.

Conforme a farmacêutica e filha de Neusa, Keyla Schlemper Marinho, a mãe, que trata desde abril um linfoma não Hodgkin, precisa passar pelo tratamento a cada 21 dias, podendo estender o prazo para cada 28 dias.

O remédio que falta, segundo a farmacêutica, é o Vincristina, utilizado para induzir a remissão da leucemia. “Atrapalha o tratamento de vários pacientes, que têm prazo para fazê-lo”, relata.

Os 21 dias venceram na sexta-feira, 14, e o hospital havia marcado para a paciente fazer a sessão hoje. Chegando à instituição, a informação que recebeu é de que o medicamento ainda não havia chegado e que terá de voltar na quarta-feira, 19. A expectativa é que até lá o remédio esteja no estoque.

A reportagem entrou em contato com o governo, já que o hospital é ligado ao Estado. Em resposta, disse que a SES (Secretaria de Estado de Saúde) vai apurar a informação e encaminhar resposta, que, até a publicaçãod da reportagem, não chegou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions