ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Um dia após pintura, banheiros do terminal Júlio de Castilhos são pichados

Por Adriano Fernandes | 11/08/2017 17:20
Confira a Galeria de Imagens:
Pichação feita nos azulejos da parede dos sanitários. (Foto: Direto das Ruas)
Pichação feita nos azulejos da parede dos sanitários. (Foto: Direto das Ruas)

Os banheiros do terminal Júlio de Castilhos em Campo Grande foram pichados, menos de 24 horas depois de terem sido entregues prontos para uso, após reforma.

A reinauguração simbólica ocorreu na manhã desta quinta-feira (10), depois de uma semana de limpeza e concerto dos sanitários depredados. A reforma foi resultado de uma parceria entre a prefeitura por meio da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) com o Consórcios Guaicurus.

No entanto, já nesta manhã (11) os funcionários do terminal já notaram o resultado da ação dos vândalos. Válvulas de descargas dos sanitários, incluindo o destinado ao uso de deficientes físicos foram arrancadas.

Além das pichações e frases como “a vida é ‘loka’ mais ‘nóis’ é 'mais' loka que a vida” também foram escritas pelas paredes, portas e até no teto dos banheiros.

“Queremos dar a população melhores condições de uso desses terminais, mas também precisamos de uma maior sensibilização dos próprios usuários para que eles (terminais) não continuem sendo depredados”, comentou Anderson Carlos Alves da silva, chefe da divisão de transporte público e manutenção dos terminais da Capital.

Situação semelhante ocorreu nos banheiros do Terminal Guaicurus. “Mas em menos de 15 dias também já tinham sido vandalizados”, se queixou Anderson.

Direto das Ruas - A sugestão acima foi feita por um leitor. Você pode fazer contato com o Campo Grande News via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, um meio de interação entre a redação e o leitor, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 99955-4050.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário