A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/10/2010 17:52

23 empresas são acusadas de sonegar milhões

Redação

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) autuou nesta quarta-feira 23 empresas em Mato Grosso do Sul que sonegaram mais de R$ 205 milhões em impostos que deveriam ser recolhidos ao fisco estadual. Os estabelecimentos são de diversos setores e estão instalados em vários municípios de Mato Grosso do Sul. Nenhuma pessoa foi presa.

Os débitos somam R$ 205.067.019,09 e foram sonegados por transportadoras, atacadistas, frigoríficos, distribuidoras de bebidas, cerealistas e importadoras. Em alguns casos, a empresa chegou a sonegar R$ 15 milhões em impostos.

Entre as empresas autuadas está o Frigorífico Margen, em Paranaíba, e a Seara Indústria e Comércio de Produtos Agropecuários, instaladas em Sonora.

A ação conjunta com Receita Federal, PRF (Polícia Rodoviária Federal), Secretaria de Fazenda e Polícia Militar realizou fiscalização em empresas e nos postos fiscais de Jupiá (Três Lagoas), Ilha Grande (Mundo Novo) e XV de Novembro (Bataguassu).

Foram fiscalizados veículos, ônibus de 13 transportadoras, com verificação de mercadorias, pesagem das cargas e inserção das notas fiscais no sistema da Sefaz. Em Campo Grande, foram fiscalizadas quatro empresas de construção civil. Além disso, postos de gasolina na Capital, Ivinhema e Dourados foram alvo da operação, mas não foi encontrada qualquer irregularidade.

Como acontecia

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions