ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Economia

A três semanas do prazo final, 260 mil ainda não declararam imposto em MS

Receita Federal espera receber 623 mil declarações em Mato Grosso do Sul até o dia 31 de maio

Por Gustavo Bonotto | 14/05/2024 21:54
Contribuinte acessa site da Receita Federal em computador e aplicativo de smartphone. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Contribuinte acessa site da Receita Federal em computador e aplicativo de smartphone. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A 17 dias do prazo final de entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, cerca de 260 mil contribuintes sul-mato-grossenses ainda não prestaram contas dos ganhos obtidos em 2023, informa a Receita Federal.

De acordo com o levantamento divulgado nesta terça-feira (14), 57,7% das 623 mil declarações aguardadas foram entregues desde a abertura do prazo, em 15 de março. Para alcançar o número estimado de declarantes, é preciso que a média diária de declarações transmitidas suba de 6 mil para 15 mil até o fim de maio.

“A média diária de declarações, desde a abertura do prazo, em 15 de março, tem sido de 6 mil. Para atingirmos o número estimado, temos mais que dobrar o volume enviado por dia”, reforça o delegado da Receita Federal em Campo Grande, Zumilson Custódio da Silva.

O dirigente explica que, embora não ocorram mais os problemas de anos atrás, como o congestionamento do sistema de recepção da declaração, pode haver outros contratempos, como internet lenta ou fora do ar, ou ainda a falta de dados e informações para concluir o preenchimento do documento.

A Receita reforça ainda orientação sobre o uso de deduções na declaração, especialmente em relação a despesas médicas, onde não há limite de valor, ao contrário dos gastos em educação, limitados a R$ 3.561,50.

Vale lembrar que a Receita vai liberar, a partir do dia 24, a consulta do primeiro lote de restituição. Os contemplados deste lote irão receber no dia 31 de maio, sendo a prioridade para idosos acima de 80 anos, pessoas com deficiência, portadores de doenças graves e professores.

Receba as principais notícias do Estado no WhatsApp. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nas redes sociais: Facebook, Instagram e TikTok

Nos siga no Google Notícias