A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Junho de 2017

03/11/2016 13:45

Aluguel caro e falta de atrativos afastam empresários do Centro, diz pesquisa

Levantamento mostrou que lojistas também desanimam com a alta carga tributária

Priscilla Peres
Cada vez menos empresários e clientes optam pelo Centro da cidade. (Foto: Alcides Neto)Cada vez menos empresários e clientes optam pelo Centro da cidade. (Foto: Alcides Neto)

O abandono e a falta de atrativos no Centro são causas apontadas pelos lojistas, para justificar a queda no movimento e nas vendas do comércio. Pesquisa elaborada pela ACICG (Associação Comercial de Campo Grande) levantou os principais motivos para a debandada de empresários e clientes da região central.

A grande maioria cita os altos impostos como o principal desmotivador dos empresários. “Para 80% dos entrevistados a carga tributária atrapalha a empresa”, afirma o presidente da ACICG, oão Carlos Polidoro, ao explicar que o Estado cobra Substituição Tributária no ICMS, ICMS-ST e Garantido de praticamente todos os produtos.

De acordo com a pesquisa, 59% dos lojistas consideram o valor dos alugueis muito alto, o que faz com que muitos desistam da área. Aliado a isso, existe a falta de estacionamento, de iluminação e problemas com a limpeza, também apontados como problemas que motivam a migração para bairros.

Os altos custos trabalhistas, as dificuldades para contratar crédito para investimento e a falta de mão de obra qualificada foram lembrados por 36% dos pesquisados. Ainda segundo a pesquisa, a segurança pública é problema para 30%, a inadimplência para 27%, o aumento da concorrência (23%) e a alta rotatividade de colaboradores (14%).

Do total de empresas pesquisadas 31% são microempresas, 25% são pequenas empresas, 25% são grandes empresas, 16% médias empresas e 3% foram microempreendedores individuais (MEIs).

Após a tabulação da pesquisa, a ACICG reuniu os comerciantes para apresentar os resultados do levantamento e ouviu mais apontamentos. “Na reunião os empresários manifestaram-se sobre o abandono da região central. Muitos concordam que pela falta de atrativos os consumidores estão deixando de vir ao Centro”, conta Polidoro.

Empresariado pede ao Governo prazo para quitar ICMS do que vem de fora
Reivindicação antiga, a concessão de prazo para recolhimento de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) de produtos vi...
Preços de comida típica de São João variam até 147,1%
O Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) realizou uma pesquisa de preço de 45 produtos típicos em festas de São João. Os da...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions