A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/06/2009 12:44

André diz que Estado fechará mês com déficit de R$ 35 mi

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou nesta segunda-feira que Mato Grosso do Sul fechará este mês com déficit de R$ 35 milhões.

Ele credita o problema ao preço do gás, importado da Bolívia, e à crise econômica mundial. O valor é referente a todos os gastos do governo no mês, incluindo os investimentos em obras.

"Antes da crise sempre fechávamos no azul", observou o governador, ao falar sobre a queda na arrecadação.

De acordo com ele, se houver recuperação na arrecadação com o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do gás, o problema será sanado.

Na prática, a Petrobras está usando um mecanismo de transferência para subfaturar o preço na revenda, o que prejudica Mato Grosso do Sul.

Isso porque o Estado recebe o ICMS por todo produto que entra no País através de Corumbá (426 km de Campo Grande).

Hoje, entram no Brasil, via Corumbá, 25 milhões de metros cúbicos por mês. Antes, eram 31 milhões.

Segundo o governador, em outubro de 2008, Mato Grosso do Sul recebia R$ 406 milhões de ICMS, sendo 93,6 milhões do gás boliviano. Hoje, com a importação de gás natural, o Estado recebe R$ 42 milhões.

Puccinelli tentará, mais uma vez, uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tentativa de equacionar a questão de forma pacífica.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions