A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

12/10/2014 11:30

Aumento de prazo no consignado é positivo mas requer cuidado, alerta economista

Mariana Branco, da Agência Brasil

Recentemente, o governo ampliou o prazo de pagamento do crédito consignado para aposentados, pensionistas e servidores públicos federais. No caso de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o número máximo de parcelas passou de 60 a 72, valendo para desconto em folha ou cartão de crédito. Para servidores, o período aumentou de 60 para 96 meses. Segundo economista ouvido pela Agência Brasil, a medida tem um viés positivo, pois o prazo maior permite diminuir o valor da prestação. Mas os contemplados devem saber administrar o benefício, alerta.

“O efeito positivo é que permite uma folga no valor do desconto do consignado. A pessoa pode transformar o empréstimo atual em um mais longo e, assim, suavizar seu orçamento mensal. Por outro lado, o comprometimento da renda diminui e aumenta o espaço para contrair novos empréstimos. Então aumenta o montante total da dívida. Esse é o risco implícito nessa operação”, analisa o economista Gilberto Braga, professor de Finanças do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec).

Segundo Braga, apesar de a taxa de juros ter sido mantida inalterada nos dois casos – de 2,14% a 3,06% ao mês no caso de aposentados e pensionistas, e 2,5% ao mês, no caso de servidores públicos – o tomador de crédito deve se lembrar que, quanto maior o prazo do empréstimo, maior o valor em juros que terá pago ao final dele. Ele recomenda critério na hora de contrair dívidas.

“O servidor não deve tomar a decisão [de fazer um empréstimo consignado] pelo valor da prestação, e sim pelo que realmente precisa para resolver uma situação emergencial. O ideal, se puder, é reduzir o número de prestações, para reduzir o valor dos juros e também para diminuir o tempo que o servidor ou aposentado fica preso à obrigação”, aconselha.

De acordo com Edison Costa, presidente da Associação Nacional das Empresas Promotoras de Crédito e Correspondentes no País (Aneps), as instituições representadas pela entidade estão sujeitas a ajustes dos bancos para ofertar os novos prazos. “O [empréstimo] de 72 meses [para aposentados e pensionistas], a maioria dos bancos já comunicou que a gente pode operar. Do funcionalismo público, ainda não recebemos comunicado”, disse.

Na avaliação de Edison, do ponto de vista das empresas de crédito, o prazo maior pode ser benéfico. “Para nós é bom, pois reativa os processos. Os créditos já estavam um pouco estrangulados. Dá um alívio no caixa das pessoas, melhora um pouco a movimentação da economia, pois põe mais recursos em circulação. Mas é uma medida paliativa. Vai durar o tempo que você recicla a carteira”, destaca ele, que acredita em aumento nos empréstimos feitos por aposentados.

“O aposentado é capaz de aquecer um pouco mais que o tomador tradicional. Ele tem uma demanda maior por crédito, com o salário cada vez mais achatado”, comenta o presidente da Aneps, que faz um alerta. “O aposentado está tomando crédito de maneira que é até difícil. Não é para constituir patrimônio, é mais para cobrir uma deficiência de caixa que ele tem”, ressalta.

Procurada, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) disse, por meio de sua assessoria de comunicação, que ainda não há como estimar o impacto dos novos prazos na procura por crédito. A entidade informou ainda que “a implementação do novo prazo das operações de consignado depende de pequenos ajustes sistêmicos das instituições financeiras”. A Febraban também destacou que o cliente pode optar por prazos inferiores ao limite máximo e que, antes de finalizar qualquer operação, deve ter certeza de que o valor da parcela não irá comprometer as outras despesas do mês.

Saque das cotas do PIS/Pasep começa hoje para quem tem mais de 70 anos
Pessoas a partir de 70 anos que tenham contribuído com o PIS (Programa de Integração Social) ou o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servid...
Agências do BB abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep
As pessoas com mais de 70 anos beneficiadas com o saque das cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) poderão ir mais c...
Águas Guariroba consta pela 2ª vez entre 150 melhores para se trabalhar no País
Pela segunda vez, a concessionária Águas Guariroba, responsável pelo saneamento básico em Campo Grande, está relacionada entre as 150 melhores  empre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions