A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

27/10/2008 10:22

Banco Central adota nova medida contra crise financeira

Redação

Os bancos que adiantarem 60 contribuições mensais ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC) poderão abater o valor do depósito compulsório (dinheiro que os bancos são obrigados a recolher ao BC) à vista. Segundo o Banco Central, essa é mais uma medida para deixar dinheiro disponível no mercado (dar liquidez) em meio à crise financeira internacional.

De acordo com o Banco Central, podem deixar de ser recolhidos até R$ 6 bilhões de compulsório, a partir do próximo dia 29. A alíquota do FGC é de 0,0125% sobre os depósitos que o BC recolhe das instituições.

Essa medida não faz parte dos R$ 100 bilhões previstos na programação de liberação integral dos depósitos compulsórios, anunciada no dia 13 deste mês.

O FGC é uma entidade privada sem fins lucrativos e foi foi criado para proteger correntistas, poupadores e investidores, em caso de falência ou de  liquidação de instituição. O FGC garante perdas de até R$ 60 mil.

Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...
Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions