A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

02/05/2017 14:04

Banco do Brasil fecha uma agência, reabre outra e confunde clientes

Priscilla Peres e Ricardo Campor Jr.
Na Mato Grosso, clientes se depararam com agência totalmente fechada. (Foto: André Bittar)Na Mato Grosso, clientes se depararam com agência totalmente fechada. (Foto: André Bittar)
Agência da Afonso Pena foi reaberta, mas não tinha sistema para atender clientes. (Foto: André Bittar)Agência da Afonso Pena foi reaberta, mas não tinha sistema para atender clientes. (Foto: André Bittar)

A mudança de endereço de uma de suas agências gerou confusão entre clientes do Banco do Brasil, nesta terça-feira (2), em Campo Grande.

A instituição fechou a agência da Avenida Mato Grosso, que foi transferida para a da Avenida Afonso Pena, na altura do bairro Chácara Cachoeira, esta que, por sua vez, havia sido fechada em março como parte dos planos de reestruturação da empresa.

Com isso, clientes deram com a cara na porta da agência que funcionava na Avenida Mato Grosso esquina com a Rua Canadrina, no bairro Santa Fé. Clientes que chegaram até o local para fazer operações se depararam com a unidade fechada e sem nenhum atendimento, nem mesmo dos caixas eletrônicos.

Um funcionário do banco orientou os clientes a ir até a agência da Avenida Afonso Pena, próximo ao Parque das Nações Indígenas, no bairro Chácara Cachoeira. Mas, avisava que o sistema estava fora do ar, sendo possível apenas operações de autoatendimento.

A mudança confundiu ainda mais a população porque a agência da Afonso Pena estava dentro do cronograma de fechamento e as atividades lá foram encerradas em março. De acordo com funcionários do banco, a unidade da Mato Grosso, número 2916, apenas mudou de endereço.

Mas os problemas dos clientes de hoje não terminou por aí. Quem se dirigiu ate a avenida Afonso Pena se deparou com os funcionários da agência da Mato Grosso, mas o atendimento comprometido devido a falta de sistema.

Foi o caso da veterinária Tamy Moreira, 29, que classificou a situação como "uma bagunça". Para ela o banco tinha várias formas de avisar sobre a mudança e não pegar os clientes de surpresa.
Problema também teve o cabeleireiro João Paulo Hartkopf Cardozo, que mora na saída para São Paulo, mas sua agência era a da avenida Afonso Pena. Com o fechamento dela em março, sua conta foi transferida para a unidade da Mato Grosso e agora, deve ser alterada novamente.

"Na época eu tentei mudar para a avenida Zahran, mas fui informado de que lá só atenderiam pessoa jurídica. Tive que ir para a Mato Grosso e agora vou ter mais um problema", disse.

A assessoria do Banco do Brasil foi procurada para se manifestar sobre o assunto, mas não o fez até o fechamento desta matéria.




Esse Banco do Brasil depois que os sindicalistas do PT tomaram conta, virou uma baderna! Uma esculhambação! Respeito com o cliente Zero! parecem que tem um rei na barriga!
 
Barbarossa em 02/05/2017 16:49:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions