A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/03/2009 16:41

Bancos pedem bloqueio de recursos do Independência

Redação

Assim que o Frigorífico Independência declarou pedido de recuperação judicial, os bancos credores já entraram com pedido de liminar na Justiça para bloquear recursos da empresa em Nova York, depositados no Royal Bank.

Em novembro, a empresa havia obtido R$ 250 milhões sob a forma de capital do BNDES e tenta receber outros R$ 200 milhões de capital em março.

Na sexta-feira houve uma reunião entre diretores da empresa e representantes do Banco na tentativa de liberação, mas nenhum avanço foi anunciado.

Na quinta-feira passada o frigorífico oficializou a suspensão dos abates em 10 unidades do País, por tempo indeterminado, duas delas em Mato Grosso do Sul.

A empresa também interrompeu o pagamento de fornecedores. Com o pedido de recuperação judicial, a agência de classificação de risco de crédito Standard & Poor's rebaixou hoje para ''D'' os ratings atribuídos ao frigorífico, que são a forma de medir a capacidade da empresa saldar seus compromissos financeiros.

No começo do mês, o Independência havia fechado a planta de Campo Grande, mas inicialmente os bancos acreditavam que a empresa estava apenas reduzindo estoques e limitando a produção, dada a demanda internacional menor e a necessidade de renegociação de valor e prazo de pagamento de contratos de exportação com a Rússia.

Segundo os credores, a situação apresentada pela empresa era de folga no caixa e mesmo um aperto extra por causa da crise internacional não justificaria o pedido de recuperação judicial.

Bradesco, Santander, JP Morgan e Citigroup têm mais de 90% da dívida bancária do Independência, que poderia tentar solução negociada, uma espécie de "concordata branca", se quisesse, argumentam bancos credores. (Informações do Valor On Line)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions