A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/12/2013 18:53

Bernal vai autorizar aumento de 5,93% na tarifa de água em janeiro

Vinícius Squinelo e Edivaldo Bitencourt

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), vai autorizar reajuste de 5,93% nas tarifas de água e esgoto a partir de 1º de janeiro. Ele também deve promover reajuste semelhante nas tarifas cobradas dos usuários do transporte de passageiros na Estação Rodoviária de Campo Grande. 

Na sexta-feira passada, a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados) comunicou a decisão aos integrantes do Conselho de Regulação. Segundo uma fonte, que teve conhecimento do decreto com o reajuste, a medida não foi submetida ao órgão regulador. 

É o segundo reajuste autorizado neste mês pelo prefeito da Capital. O primeiro foi o aumento de 5,93% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), que também entra em vigor em janeiro e poderá ser pago com desconto até 10 de fevereiro de 2014. 

O reajuste da conta de água é praticamente o mesmo de 2012, quando o serviço ficou 5,95% mais caro. A tarifa de esgoto terá o mesmo aumento, que será válido para janeiro de 2014.

Com o reajuste, a tarifa social, valor pago por um grupo de famílias de baixa renda que consomem até 20 metros cúbicos, passa para R$ 1,36 (água) e R$ 0,95 (esgoto) para cada metro³ consumido. Este ano os valores são, respectivamente, R$ 1,29 e R$ 0,90.

Nas residências, a tarifa paga para quem consome mais de 50m³ (maior índice tarifado) será de R$ 7,05 para água e R$ 4,93 para esgoto.

O reajuste aprovado, de 5,93%, é pouco maior que o acumulado dos últimos 12 meses, de 5,77%, de acordo com o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Embarque – Quem for embarcar na Estação Rodoviária Senador Antônio Mendes Canale também vai começar 2014 com um peso a mais no bolso. A taxa de embarque vai subir 5,93% para qualquer destino.

Para linhas metropolitanas a tarifa deve ficar em R$ 0,74; R$ 3,70 para linhas intermunicipais e R$ 5,08 para linhas interestaduais e internacionais.

O Campo Grande News tentou falar com a presidente da Agereg, Ritva Cecília Queiroz Vieira, mas ela não atendeu nem retornou as ligações. 



Realmente .. gostaria de saber o motivo de pagar consumo mínimo de 10 m³ de agua?? É uma forma de enriquecimento ilícito da Aguas Guariroba... Sugiro que seja feita uma enquete por este site para a população se manifestar.
 
Maria Leonor em 17/12/2013 09:26:34
E O BERNAL??? VAI CONTINUAR A FRACASSAR O POVÃO BOBÃO ; DAQUI UNS DIAS SERÁ O TRANSPORTE QUE VOLTARA A SUBIR E ASSIM POR DIANTE... KKKKK VOTA NESTE CARA E AS MUDANÇAS VÃO CHEGAR... KKKKK
 
ELY MONTEIRO em 17/12/2013 07:34:08
Tá ai o motivo da redução da tarifa de ônibus!!
 
Vagner Santos em 17/12/2013 00:54:51
Alguém poderia explicar porque a conta de água tem a obrigatoriedade do pagamento da taxa mínima, ou seja 10m³, se você consome 5m³ tem que pagar o dobro, isso é uma grande injustiça fiscal.....
 
Jorge Elias em 16/12/2013 19:37:01
o nosso consumo nunca chega a 10m3, e ai entao a aguas cobra como se tivessemos usado 10m3, entao a regra e a seguinte usou paga, nao usou paga tambem, pois raramente a gente fica em casa somente nos fins de semana. como se explica isso Sr. Bernal.
 
aldenir farias em 16/12/2013 19:03:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions