A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

24/08/2011 17:55

Consumidor de baixa renda tem até 5ª feira para solicitar desconto em tarifa de energia elétrica

Marco Antonio Brito

Consumidores cuja renda familiar seja de até meio salário mínimo (R$ 272,50), por pessoa, e que tenham utilizado entre 40kWh e 65kWh de energia elétrica nos últimos 12 meses, têm até a próxima quinta-feira (1º de setembro) para se inscrever no cadasto da Tarifa Social de Energia Elétrica -TSSE.

Até o início deste ano, o benefício era concedido automaticamente para residências que apresentassem um consumo de até 80 kWh, mas a Agência Nacional de Energia Elétrica (Anaeel) alterou os critérios e agora, além da renda de até meio salário mínimo por pessoa, é necessário também que um morador da residência receba benefício do LOAS - Prestação Continuada da Assistência Social, recurso repassado pelo governo federal para idosos e pessoas com deficiência.

Pelas novas regras, o consumidor deve fazer a inscrição na TSSE e depois procurar a distribuidora de energia de sua região para comprovar o cadastramento no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). A tarifa social existe desde 2002 e prevê descontos de até 65% na conta de luz. Para facilitar o cadastramento, o consumidor deve procurar o gestor da Bolsa Familia, em seu município.

Cronograma para desconto na conta de luz

Consumo médio maior que 40 kWh e menor que 65 kWh - até 1º/9

Consumo médio maior que 30 kWh e menor que 40 kWh - até 1º/10

Consumo médio menor ou igual a 30 kWh - até 1º/11

(Com informações da Agência Brasil)

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions