A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

05/09/2013 11:46

Carne, frutas e hortaliças contribuem para inflação no mês de agosto na Capital

Luciana Brazil
Grupo de alimentação sofre inflação de 0,81%. (Foto: Cleber Gellio)Grupo de alimentação sofre inflação de 0,81%. (Foto: Cleber Gellio)

Carne, frutas e hortaliças fizeram a inflação em Campo Grande no mês de agosto chegar a 0,24%, segundo o IPC (Índice de Preço ao Consumidor) divulgado pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas da Universidade Anhanguera/Uniderp. Abobrinha, limão, abacaxi e pimentão foram alguns dos produtos que levaram os consumidores a sentir no bolso esse aumento.

Já com quedas significativas nos preços, a beterraba, a cebola, a batata e o alho ajudaram a segurar o índice de inflação. Ao todo, o grupo de alimentação teve alta de 0,81%.

O vestuário apresentou forte alta nos custos somando 2,22% de inflação. O produto com a maior elevação foi a blusa, seguida pela calça comprida masculina.

A gasolina e o álcool tiveram deflação considerável neste mês e ajudaram a atenuar a elevação dos preços. Os consumidores se depararam com baixa de 1,62% na gasolina e 0,62% no etanol. Os veículos novos e óleo diesel também tiveram baixa.

A inflação deste mês foi a menor dos últimos três anos. Em 2011, o índice foi de 0,43%, e no ano passado o IPC registrou inflação de 0,49%. Em 2010, o número foi de 0,16%.

Somando a inflação dos últimos doze meses em Campo Grande a inflação recuou em relação ao mês de julho, e está em 4,86%, segundo o coordenador do Núcleo de Pesquisas Econômicas Celso Correia de Souza.

“A tendência da inflação é de chegar ao mês de dezembro deste ano com acumulado muito próximo de 4,5%”, disse Celso.

A inflação acumulada neste ano até o mês de agosto é de 2,26%, segundo o IPC.

Os dez produtos que mais contribuíram para a elevação da inflação do mês de agosto foram o acém, leite pasteurizado, alcatra, blusa, paleta, calça comprida masculina, costela, pão francês, patinho e laranja pêra. Os dez que menos contribuíram para o aumento dos custos foram a batata, gasolina, frango congelado, cebola, arroz, sabonete, feijão, alface, óleo de soja e alho.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions