A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

08/02/2018 17:17

CDL quer enviar à Assembleia propostas contra concorrência de feiras

Osvaldo Júnior
Assunto foi discutido em reunião realizada nesta quinta-feira (Foto: Divulgação)Assunto foi discutido em reunião realizada nesta quinta-feira (Foto: Divulgação)

A CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campo Grande) planeja elaborar propostas e encaminhá-las à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul para criação de projeto de lei com regras para funcionamento de feiras de varejo - eventos pontuais onde vendedores concentram o trabalho, geralmente em pavilhões e centro de exposições - na Capital. A entidade reclama de concorrência desleal, pois os expositores praticam preços menores, o que seria resultante de menor rigor na fiscalização.

O assunto foi tratado em reunião realizada nesta quinta-feira (dia 8) entre a CDL, empresários e representantes do governo do Estado e do Sebrae/MS. No encontro, os lojistas reclamaram de tratamento desigual: eles sofreriam fiscalização rigorosa do Fisco e do Inmetro, situação diversa das dos exposidores. Também foi discutido os valores dos produtos nas férias, abaixo da média do mercado, o que “levanta dúvidas sobre o recolhimento de impostos”.

“Os empresários campo-grandenses lembraram que têm margem de lucro muito pequena e que, muitas vezes, trabalham com valores tabelados, tornando ainda mais injusta a competição com estas feiras”, afirmou a assessoria de imprensa da CDL.

O presidente da entidade, Adelaido Vila, comprometeu-se, durante a reunião, a cobrar das autoridades maior apoio ao comércio e adoção de medidas que resolvam a situação. "Nossa função aqui é trabalhar pelo fortalecimento dos lojistas campo-grandenses, por isso realizamos esta reunião", frisou.

Como encaminhamento, Osvaldo Ramos, que representou a vice-governadora Rose Modesto, na reunião, agendou novo encontro com o superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, e o presidente da CDL CG, Adelaido Vila.

Também foi tratada a possibilidade de a CDL apresentar à Assembleia proposta de lei que estabeleça normas para a realização das feiras livres, visando maior valorização do comércio fora desses locais.

"Vamos realizar este debate e levar uma proposta consistente aos deputados”, afirmou o presidente da CDL. “Nosso objetivo não é impedir o consumidor de ter acesso às feiras. Ao contrário, é fomentá-las, mas de maneira que privilegiem os nossos lojistas, para que eles cresçam e continuem a ajudar o nosso Estado a se desenvolver", completou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions