A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

23/03/2011 14:49

Central Sindical recorre ao MPT contra demissões pelo frigorífico JBS

Fabiano Arruda

Número de funcionários dispensados pode chegar a 500

O presidente da UGT-MS (União Geral dos Trabalhadores de MS), Fábio Bezerra, informou que recorre ao MPT (Ministério Público do Trabalho), nesta tarde, para que o frigorífico JBS reintegre os funcionários que demitiu nesta semana em Campo Grande. O número de desligamentos pode chegar a 500.

Trabalhadores da unidade I foram informados que a “área fria” do frigorífico, onde é feita a desossa, será desativada.

Bezerra afirmou que vai formalizar uma denúncia no MPT contra o frigorífico, cobrando a reintegração dos trabalhadores e a negociação dos direitos dos dispensados.

Em casos de demissões coletivas, a empresa deve realizar negociações antes de optar pelo desligamento em massa, informa Fábio Bezerra.

O líder da UGT criticou a postura do frigorífico por “receber incentivos fiscais do governo do Estado e ter apoio financeiro do governo federal, por meio do BNDES”.

“A empresa tem que gerar emprego e não demitir”, disparou.

Funcionário há 9 anos e 6 meses da unidade I do frigorífico JBS, que fica na saída para Aquidauana, Joel Silva, de 40 anos, relata que a empresa alegou que precisava “esvaziar” a unidade.

Joel conta que as demissões tiveram início na sexta-feira e prosseguiram na segunda e ontem. “Não tinha visto nada parecido. Eles avisam que vão mandar embora e a gente não pode fazer nada”, lamentou.



o medo é justamente "as negociações"
 
amauri da silva em 23/03/2011 04:37:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions