A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

04/07/2008 05:42

Cesta básica individual ficou 30% mais cara em 12 meses

Redação

O custo da cesta básica individual saltou em 30,3% nos últimos 12 meses em Campo Grande, conforme o índice calculado pela Semac (Secretaria de Estado do Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento da Ciência e Tecnologia). Em junho a cesta, composta por 15 itens, custou R$ 214,90, alta de 5,48% em relação a maio. Só nos seis primeiros meses deste ano a alta acumulada é de 20,64%.

As maiores alta foram na carne (13,68%),  batata (12,24%), macarrão (8,82%), arroz (8,46%),  feijão (7,30%), leite (6,38%), sal (3,85%), pão francês (3,67%), margarina (1,17%) e banana (0,49%). Os produtos que acusaram queda foram: laranja (-3,71%), alface (-3,28%), açúcar (-2,01%) e  óleo (-0,61%). O tomate manteve seu preço inalterado.

Em 12 meses o preço da carne chegou a subir 72%, segundo o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Uniderp/Anhanguera. A alta reflete o aumento do abate de matrizes e neste momento o período de entressafra.

   

Em junho do ano passado o trabalhador gastava 43,40% do seu salário para adquirir a cesta básica e em junho 51,78%.

Familiar

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions