ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 27º

Economia

Clientes amanhecem em loja, mas preços da Black Friday decepcionam

Por Priscilla Peres e Guilherme Henri | 25/11/2016 06:51
Loja do Centro abriu a meia-noite.(Foto: Marina Pacheco)
Loja do Centro abriu a meia-noite.(Foto: Marina Pacheco)
Clientes saíram com sacolas cheias de doces. (Foto: Marina Pacheco)
Clientes saíram com sacolas cheias de doces. (Foto: Marina Pacheco)

Consumidores que foram para a frente das lojas Americanas na noite de ontem, iniciaram as compras na madrugada desta sexta-feira (25). A unidade do Centro abriu a meia-noite com as promoções do Black Friday, que deve movimentar R$ 60 milhões na economia da Capital, segundo levantamento do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS).

Ontem, o Campo Grande News mostrou que era grande a fila de pessoas na calçada, esperando a porta abrir, mas no início da manhã o movimento é tranquilo. Quem foi por volta das 6h diz que se decepcionou com os preços e saiu levando apenas "bobeira", como doces.

A fachada anuncia TV por R$ 1.200 e notebook por R$ 1 mil, porém Maria Aparecida Sodré Furtado, 30, que chegou às 6h na loja não encontrou o que queria. Disposta a comprar uma TV e um notebook hoje, ela afirma que os preços não estão tão atraentes como imaginava e por isso, saiu só com chocolate.

Maria foi até a loja com a agente de atendimento da Oi, Daniela Santos, 42. Ambas saíram do trabalho e foram para lá em busca das promoções. Daniela conta que os preços dos eletrônicos não estão atrativos, mas os supérfluos "estão compensando", foi por isso que ela levou para casa uma sacola de doces.

No Centro, apenas as Americanas abriram na madrugadas, mas outras lojas devem abrir as portas mais cedo. Não há filas nas portas, mas a aposentada Geni Rosa de Jesus, 57, acordou cedo e aguarda a abertura das Casas Bahias.

Hoje, ela saiu em busca de uma TV Led de 40 polegadas e pretende gastar entre R$ 1.400 e R$ 1.600. "Não me preparei financeiramente para o dia, mas se tiver compensando muito eu vou comprar", diz ela esperançosa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário