A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/10/2013 16:20

Com boa safra, tomate e batata ficam mais baratos e puxam preço da cesta

Zana Zaidan

Com maior oferta nas prateleiras, causada pelo período de safra, o tomate e a batata, cujos preços dispararam nos meses anteriores em Campo Grande, ficaram mais baratos em setembro, conforme pesquisa da Semac (Secretaria de Planejamento do Estado), divulgada hoje (3).

A redução no preço dos hortifrutis, que chegou a 25,78% para a batata e 23,24% para o tomate, quando comparado com o mês anterior. Com isso, a cesta básica também ficou mais barata em setembro, e teve queda de 2,26%. Em agosto, a cesta que custava 280,84 passou a custar R$ 274,48 em setembro.

O levantamento é feito todos meses por equipe técnica da Semac, que pesquisa o preço de 15 produtos nos supermercados da Capital. Além do tomate e da batata, cinco itens tiveram preços reduzidos em setembro: alface 4,53%; feijão 3,86%; e arroz 1,87%.

Ficaram mais caros a banana 6,61%; leite 2,70%; laranja 2,38%; carne 2,16%; açúcar 2,02% e macarrão 1,97%. Sal, margarina e pão francês não tiveram alteração de preços.

Acumulado do ano - No acumulado do ano o índice apresenta variação positiva de 1,58%; nos últimos 12 meses, alta de 4,23%; e nos últimos seis meses, queda de 7,38%.

Nos últimos seis meses os produtos que apresentaram maiores queda nos preços foram: tomate, batata, alface, óleo e laranja. Em contrapartida, no mesmo período, registraram alta nos preços: pão francês, macarrão, leite, banana e açúcar.

Confrontando o custo da Cesta Básica Alimentar com a renda mensal, a pesquisa conclui que o trabalhador que recebeu um salário mínimo de R$ 678,00 no mês de setembro comprometeu 40,48% de sua renda bruta com alimentação.

Cesta básica tem o 4º maior aumento do País, mas ainda continua barata
O campo-grandense está pagando 0,35% mais caro pela cesta básica, o 4º maior aumento do País. No entanto, apesar do reajuste ter sido um dos maiores,...
Preço da cesta básica volta a cair em Campo Grande, diz Dieese
O preço da cesta básica individual fechou o mês de julho custando R$ 264,87, redução de 4% em relação ao mês anterior, quando era comprada a R$ 275,4...
Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions