A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/09/2013 19:09

Com inovações e R$ 100 milhões em negócios, 23ª Super Amas começa na Capital

Vinícius Squinelo e Elverson Cardozo
Feira foi aberta nesta tarde (foto: Marcos Ermínio)Feira foi aberta nesta tarde (foto: Marcos Ermínio)

Inovações, R$ 100 milhões em negócios e demonstração de força do setor supermercadista de Mato Grosso do Sul. Com esses pontos fundamentais, teve início hoje a 23° edição do Super Amas em Campo Grande.

“Um evento como este serve para mostrar a pujança do Centro-Oeste e de Mato Grosso do Sul na venda de produtos de supermercados, o que gera emprego e renda”, destacou o governador André Puccinelli (PMDB), na chegada ao evento, realizado no Centro de Convenções e Exposições do Albano Franco e que se estende até o dia 25 de setembro na Capital.

Puccinelli ainda destacou a parceria com a Amas (Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados), organizadora do Super Amas, que remete aos tempos do peemedebista na prefeitura de Campo Grande. O governador ainda determinou que todo negócio realizado na feira vai ter o pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) postergado por 30 dias.

A expectativa entre os empresários é superar a edição do Super Amas do ano passado, já considerada um sucesso. “Inovamos, atraindo novos setores, e a principal diferença deste ano são os negócios diferenciados e novos”, afirmou Acelino de Souza Cristaldo, presidente da Amas. É esperada uma movimentação de R$ 100 milhões em negócios na feira.

Ainda segundo ele, os expositores contam com balcões de refrigeração atendendo portaria, além de outras novidades. “A iniciativa melhora o lado empreendedor do supermercadista, e também propicia um entendimento melhor de como funciona o setor”, explicou Cristaldo.

A bola da vez – Presidente da Abas (Associação Brasileira de Supermercados), Fernando Iamada esteve na abertura da 23ª edição do Super Amas e destacou Mato Grosso do Sul.

“Na área de supermercados o Centro-Oeste, Norte e Nordeste são a bola da vez, e acredito que o estado (Mato Grosso do Sul) é um potencial em crescimento”, afirmou Iamada, que participou de um painel intitulado “Desenvolvimento e Produtividade Menos Crise e Mais Investimento”.

O evento é promovido pela AMAS (Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados) em parceria com o Sindusper (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Campo Grande).

Feira – São 100 estandes que irão expor mais de 600 marcas tanto nacionais como regionais. Os organizadores esperam 4 mil pessoas e negócios que possam atingir o patamar de R$ 100 milhões. No ano passado, a feira de negócios gerou cerca de R$ 42 milhões em transações comerciais.

O governo estadual contribuiu concedendo prazo de 30 dias para repasse de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre todas as transações feitas no evento. Os participantes da feira ainda irão concorrer a notebooks, com a entrega de cupons a cada negociação de R$ 500,00.

Para os empresários do interior, associados a AMAS, a hospedagem na Capital durante o evento será gratuita, com direito a um acompanhante. Os empresários que atraírem mais expositores ainda irão dividir um prêmio de R$ 4.500.00.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions