A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

05/12/2014 09:20

Comércio abre até às 20h a partir de hoje e clientes pretendem gastar mais

Priscilla Peres
Movimento de vendas no Black Friday serve como indicativo de que as pessoas estão aptas e dispostas a comprar.(Foto: Alcides Neto)Movimento de vendas no Black Friday serve como indicativo de que as pessoas estão aptas e dispostas a comprar.(Foto: Alcides Neto)

As lojas do comércio do Centro de Campo Grande vão permanecer abertas até às 20h, a partir de hoje (5). O horário estendido é uma estratégia dos empresários para conseguir atender a demanda de consumidores nesse fim de ano, já que uma pesquisa revela que 76% dos campo-grandenses têm a intenção de ir às compras e pretendem gastar até R$ 800.

A mudança no horário é um acordo feito entre patrões e empregados na convenção coletiva de cada ano. "Todo os anos ampliamos o horário de atendimento para que o cliente tenha mais tempo para pesquisar preços, escolher produtos e fazer suas compras com calma. É também uma alternativa para quem trabalha o dia inteiro", explica o presidente da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), João Carlos Polidoro.

Para ele, o movimento de vendas no Black Friday serve como indicativo de que as pessoas estão aptas e dispostas a comprar. "Tivemos um bom desempenho e os comerciantes estão otimistas, com esperança de recuperar parte das perdas que tiveram durante todo o ano", afirma Polidoro. A Associação estima que as vendas crescem até 4% em relação a 2013.

Levantamento - Pesquisa de campo feita recentemente e divulgada hoje, destaca que 35% dos consumidores da Capital vão às compras em busca de vestuário, 17,47% pretendem comprar brinquedos e 14,73% perfumes e cosméticos. E do total entrevistado, a grande maioria (72%) afirma que vão em busca do desejo da pessoa que será presenteada.

A maioria, 30%, pretendem gastar entre R$ 101 e R$ 200, enquanto que 29,66% vão gastar de R$ 501 a R$ 800 e 14,48% pretendem gastar entre R$ 51 e R$ 100 para compra de presentes para o Natal. Dessa forma, 78,28% dos consumidores estão dispostos a gastar entre R$ 101 e R$ 800. Além disso, 61% pretende fazer compras à vista, enquanto que 39% tem a intenção de comprar a prazo.

Para Polidoro, a informação de que a maioria pretende comprar à vista significa que os cliente estão mais conscientes sobre suas finanças. "Isso é muito bom por que as pessoas estão planejando o orçamento familiar e tentando não se comprometer tanto. Além disso, quem está com crédito restrito também opta por pagar à vista".

Horário - O atendimento até às 20h acontece até o dia 13 de dezembro. Na semana de 15 a 26 as vendas de segunda-feira a sábado poderão ser realizadas até às 22h e nos domingos 7, 14 e 21 de dezembro o comércio abrirá as portas das 9h às 18h.

Dia 24, véspera de Natal, o comércio central fica aberto até às 18h e no dia 31, até às 16h. Nos shoppings, as lojas vão atender no dia 24 das 09h às 19h e no dia 31, das 9h às 18 horas. De 19 a 23 de dezembro, os três shoppings de Campo Grande tem autorização para permanecer abertos atá às 23h, com garantia de transporte na saída dos empregados.

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e...
Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017
Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions