A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

05/11/2014 10:03

Comércio aguarda melhor mês do ano e vai contratar 800 temporários

Helio de Freitas, de Dourados
Lojistas ainda não têm uma estimativa, mas aguardam mês do 13º para impulsionar as vendas (Foto: Eliel Oliveira)Lojistas ainda não têm uma estimativa, mas aguardam mês do 13º para impulsionar as vendas (Foto: Eliel Oliveira)

As entidades do setor comercial ainda não têm uma estimativa de faturamento, mas os lojistas de Dourados, a 233 km de Campo Grande, já contam os dias esperando o mês de dezembro, melhor período do ano para as vendas.

Com 207 mil habitantes e polo de uma região de 800 mil moradores, a cidade tem no comércio e na prestação de serviços a sua principal atividade econômica. Na época do Natal, o centro comercial da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul ferve de gente fazendo compras, para a felicidade de comerciantes e vendedores.

O melhor período de vendas do comércio ajuda também o trabalhador à procura de emprego. Pelo menos 800 temporários devem ser contratados, sendo 200 deles pelas lojas do Shopping Avenida Center e os demais para o comércio do centro, segundo previsão do presidente do sindicato varejista de Dourados, Valter Castro, que também é diretor da Aced (Associação Comercial e Empresarial). “Algumas lojas já começaram a contratar, mas o maior número ocorre em dezembro”, afirmou.

O 20 de dezembro, aniversário de emancipação de Dourados (cidade faz 79 anos em 2014), é considerado pelos comerciantes como o melhor dia para as vendas, porque muitas empresas e órgãos públicos pagam o 13º nessa data e os trabalhadores aproveitam para antecipar as compras de Natal. Entretanto, historicamente existe polêmica devido ao funcionamento do comércio nesse dia, pois os descentes dos pioneiros defendem o feriado como homenagem aos fundadores da cidade.

Luzes de Natal – A decoração natalina no centro comercial de Dourados já está sendo preparada pela prefeitura. O serviço começou com a instalação das lâmpadas em postes e árvores da avenida Marcelino Pires.

Para incentivar os comerciantes a decorar a fachada e o interior das lojas e atrair ainda mais os clientes, a Aced lançou em outubro o XII Concurso de Vitrinismo e XVII Concurso Luzes de Natal 2014. As inscrições podem ser feitas de 24 de novembro a 15 de dezembro. O julgamento será no dia 16 de dezembro, às 19h, feito por júri técnico formado por profissionais da área e instituições convidadas.

O concurso de vitrinismo é para a área interna dos estabelecimentos comerciais e leva em conta criatividade, inovação, beleza, visibilidade da decoração, iluminação e harmonia. Já o concurso Luzes de Natal avalia a área externa de estabelecimentos comerciais, prédios públicos, instituições religiosas, galerias e condomínios comerciais. Neste ano não tem categoria residencial. Os dois concursos pagam prêmio em dinheiro aos vencedores.

Crédito – Em Dourados não existe uma campanha para incentivar o consumidor a negociar as dívidas e recuperar o crédito, como ocorre atualmente em Campo Grande. A Associação Comercial disponibiliza aos associados a Central de Recuperação de Crédito, um suporte de recuperação de dívidas inscritas no SPC (Sistema de Proteção ao Crédito), criado em 2012 e que funciona o ano todo.

Conforme a assessoria de imprensa da Aced, são pelo menos 33 mil consumidores inscritos no SPC em Dourados. Juntos, eles devem R$ 16 milhões aos estabelecimentos comerciais.

Os números são alarmantes na avaliação do contabilista Francisco Eduardo Custódio, diretor de SPC da Aced. “O volume da dívida é muito preocupante. Estes consumidores estão com crédito restrito, mas do outro lado há um volume enorme de empresários levando prejuízo”.

A Central de Recuperação de Crédito oferece aos comerciantes associados da Aced o serviço de cobrança através de uma empresa terceirizada. “A Central de Recuperação de Crédito funciona como um intercâmbio entre o devedor e o empresário. Na verdade, é sinônimo de uma campanha permanente de nome limpo”, afirmou Custódio.

Com 207 mil habitantes, Dourados tem no comércio e serviços sua principal atividade econômica (Foto: Eliel Oliveira)Com 207 mil habitantes, Dourados tem no comércio e serviços sua principal atividade econômica (Foto: Eliel Oliveira)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions