A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/11/2017 19:50

Comércio tem sexta-feira com cara de fim de semana de pagamento

Campanha promocional atrai consumidores e deixa o trânsito intenso no centro

Osvaldo Júnior
Fluxo de consumidores no fim da tarde desta sexta-feira (Foto: Osvaldo Júnior)Fluxo de consumidores no fim da tarde desta sexta-feira (Foto: Osvaldo Júnior)

O desempenho das vendas de Eliza Pereira, 19 anos, serve de indicativo: o comércio na área central de Campo Grande teve, nesta sexta-feira (24), um típico fim de semana de período de pagamento. "Fiz mais de R$ 200 nesta tarde", comemora a vendedora de churros. "Ontem, consegui só R$ 30. Estava fraco", acrescenta. 

Na guinada de um dia para outro das vendas de Eliza, há o início do Black Friday e, com a campanha promocional, a atração de número elevado de consumidores ao comércio. Essas pessoas não só procuram e adquirem produtos promocionais, mas acabam comprando itens diversos, como alimentos, entre os quais estão os churros de Eliza.  

Eliza aumentou em seis vezes a venda de churros nesta sexta-feira (Foto: Osvaldo Júnior)Eliza aumentou em seis vezes a venda de churros nesta sexta-feira (Foto: Osvaldo Júnior)

"O movimento de hoje foi de fim de semana; e não de fim de semana qualquer, mas de época de pagamento", comparou Eliza, que divide o tempo de vendedora com o de estudante, preparando-se para entrar no curso superior e fazer Engenharia Civil ou Psicologia.

Não só a futura acadêmica, que elevou em mais de seis vezes as vendas de um dia para outro, comemora bom negócio. Consumidores também voltam para casa com produtos adquiridos por valores reduzidos, concretizando, em alguns casos, planejamento de meses.

Aline, ao lado da filha, e segurando o colchão, que comprou pela metade do preço (Foto: Osvaldo Júnior)Aline, ao lado da filha, e segurando o colchão, que comprou pela metade do preço (Foto: Osvaldo Júnior)

É o caso da cuidadora de idosos, Aline Cristina da Silva, 32. "Custava R$ 800 e paguei a metade do preço", disse a consumidora, em referência ao colchão box de casal. "Ainda comprei em dez vezes no cartão por parcela de R$ 42", detalhou.

Com cenário de fim de semana de período de pagamento, a região central de Campo Grande tinha, nas calçadas, grande movimento de pessoas e, nas ruas, quantidade de veículos acima da média para uma sexta-feira.

Projeção – A estimativa é que o comércio de Campo Grande movimento R$ 114 milhões durante a Black Friday. O valor consta em levantamento do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS).

Conforme a sondagem, 44,49% dos consumidores da Capital pretendem ir às compras nos dias da campanha promocional, que oferece descontos de 90%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions