A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

20/08/2017 12:00

Concurso para delegado aumenta em 70% movimento de hotéis

Osvaldo Júnior e Gabriel Maymone
Movimentação em frente a local de prova do concurso para a Polícia Civil em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Movimentação em frente a local de prova do concurso para a Polícia Civil em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

A prova escrita do concurso para delegado da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, com 9,76 mil candidatos, aqueceu o movimento da rede hoteleira e do segmento de táxi em Campo Grande. A estimativa é de alta de fluxo de até 70% se comparado com a média dos fins de semana. Devido ao concurso, esquema especial de segurança foi montado neste domingo (dia 20).

No Exceler, a taxa de ocupação aumentou de 60% a 70% em relação ao movimento médio dos fins de semana, conforme estimou o supervisor do hotel. Dario Camargo. “Nosso turismo é de negócios, então o movimento é maior de segunda a quinta e no fim de semana diminui, mas com o concurso teve uma mudança no público. A procura foi grande, desde o mês passado”, contou.

Situação semelhante ocorreu no Grand Park. “Só tem uma suíte disponível. O restante está todo ocupado, por causa do concurso. A maioria reservou com bastante antecedência”, afirmou a recepcionista bilíngue Milena Santana. “em gente do país inteiro, de Minas Gerais, Paraná, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo”, acrescentou.

Para não ser pego de surpresa e perder a seleção para um cargo com salário de quase R$ 15 mil (exatamente R$ 14.978,26), muitos candidatos decidiram se hospedar com antecedência. Desde sexta-feira (dia 18), o Hotel Bahamas já estava superlotado, conforme informou o recepcionista Flavio Pizzolito. “Muitas pessoas acabaram deixando para última hora e não conseguiram vaga”, disse. “No Hotel Ypê, Ibis, Jandaia, Ancora e Internacional também informaram que estão com lotação máxima”, enumerou.

Com a rede de hotéis de Campo Grande no limite, alguns candidatos tiveram de hospedar em cidades próximas, como Terenos e Sidrolândia. É o caso, por exemplo, do Santa Helena, que informou ter feito reserva de três candidatos.

Táxi – Hotéis superlotados significa movimento maior ao transporte privado de passageiros. O número de corridas cresceu em pelo menos 50%, conforme estimativa do taxista Aroldo Martins da Silva, 36. “Hoje, por exemplo, não é dia que trabalho. Mas por causa do concurso resolvi trabalhar. Fiz quatro corridas e dessas duas foram para buscar candidatos no aeroporto”, afirmou Aroldo, antes das 10h deste domingo.

Segurança – Na quinta-feira (18), o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, reuniu-se com entidades representativas e a comissão organizadora do concurso, para discutir o esquema especial de segurança para este domingo.

A Polícia Militar em parceria com a Agetran estão organizando o trânsito em todo o entorno da Uniderp, onde estão sendo realizadas as provas. Há efetivo trabalhando especialmente nas vias de acesso para dar vazão ao tráfego. O candidato poderá desembarcar do veículo em frente ao portão principal. Já os candidatos que optarem chegar ao local dirigindo, terão a possibilidade de escolher vários estacionamentos no entorno.

Com o total de 38.262 inscrições (para todos os cargos), esse é o concurso com maior número de inscrições na história de Mato Grosso do Sul.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions