A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/07/2013 17:11

Construção de 1,4 mil casas no campo vai ter investimento de R$ 40,3 milhões

Elverson Cardozo e Viviane de Oliveira
Termos de cooperação foram assinados hoje, na governadoria. (Foto: Cleber Gellio)Termos de cooperação foram assinados hoje, na governadoria. (Foto: Cleber Gellio)

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), assinou, nesta segunda-feira (29), na governadoria, termos de cooperação para construção de 1.417 casas populares do programa Minha Casa Minha Vida no campo, em 29 municípios do Estado. Para cada unidade habitacional será gasto R$ 28,5 mil. O valor total do investimento é de R$ 40,384 milhões.

As moradias serão destinadas ao atendimento de pequenos agricultores familiares. As casas serão executadas conforme projeto padrão, de 59,8 de área de construção, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda. O governo do Estado anunciou que vai investir R$ 2.684 milhões para 1.342 casas.

A ação faz parte de uma parceria entre o governo estadual, federal e a Coophaf (Cooperativa de Habitação da Agricultura Familiar). A conclusão e entrega das obras, segundo a assessoria do governo, é março de 2014. O secretário de Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Marun, disse estar contente porque o governador já somou 60 mil unidades de casas populares entregues durante seu mandato.

Afirmou, ainda, que 240 mil pessoas já foram beneficiadas com o programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Até o fim do mandato de Puccinelli, disse, a expectativa é entregar entre 5 e 6 mil residências no Estado.

Durante o evento, a superintendente nacional de Habitação Rural da Caixa Econômica Federal, Noemi Lemes, lembrou dos discursos do ex-presidente Lula que, em tempos de crise, falava em construir casas para quem precisa.

“Construindo casas você gera emprego, produção e vai gerando renda e economia, além da conquista habitacional”, disse, ao declarar que existem recursos federais, mas é preciso parcerias para que outras moradias possam se entregues por meio do PNHR (Plano Nacional de Habitação Rural).

O coordenador geral da FAF-MS (Federação da Agricultura Familiar), Paulo César Farias, ressaltou que o governo precisa ter um olhar diferente para a agricultura familiar e ver esse setor como importante para a economia. “Setenta por cento do que a gente consome vem disso” disse.

Confira a lista dos municípios beneficiados e a quantidade de casas que serão construídas em cada um: Aquidauana (60), Aparecida do Taboado (50), Brasilândia (30), Caracol (47), Cassilândia (100), Douradina (30), Dourados (200), Figueirão (50), Glória de Dourados (30), Inocência (30), Itaporã (20), Ivinhema (100), Jatei (20), Novo Horizonte (50), Paranaíba (40), Ribas do Rio Pardo (30), São Gabriel do Oeste (100), Taquarussu (30), Vicentina (20), Alcinópolis (40), Anaurilândia (23), Bandeirantes (50), Bela Vista (50), Guia Lopes da Laguna (23), Nioaque (45), Rio Negro (50), Ribas do Rio Pardo (30).

 

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


SERA QUE TEREI QUE MORAR NO CAMPO PARA SER CONTEMPLADA COM UMA DESSAS CASAS CARO GOVERNADOR POIS ESTOU NA FILA A ANOS E NÃO CONSIGO,BOM MAIS CLARO ,A ELEIÇÃO ESTA AI E TEMOS QUE AJUDAR QUEM REALMENTE VAI VOTAR É A MASSA ,ESSE POVO QUE MORA NO CAMPO,NÃO CONHECE AS LEIS E ,NÃO ACOMPANHAM OS ACONTECIMENTOS DE CAMPO GRANDE,NÃO SABE DAS DESIGUALDADES, FELIZ POR ESSAS PESSOAS ,MAIS TRISTE PORQUE ESSES POLITICOS NÃO MUDAM,SO PENSAM NELES,JOGADA DE MESTRE....
 
LAURA CRISTINA DE SOUZA em 29/07/2013 17:35:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions