A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/04/2011 19:41

Consumidores fazem petição pública contra reajuste da energia

Paulo Fernandes

Autorizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) no início do mês, o reajuste da energia elétrica ainda é alvo de manifestações contrárias em Mato Grosso do Sul. Uma petição pública começou a ser feita na noite de ontem.

“É a segunda etapa da manifestação que fizemos no fim de semana. Queremos colher 10 mil assinaturas para levar aos órgãos competentes pedindo uma revisão do reajuste”, disse o publicitário Paulo Guilherme Martins, que encabeça o protesto. “O nosso objetivo é falar que somos contra e estamos tentando resolver da melhor maneira possível”.

Por enquanto, a divulgação da petição tem sido feita somente por meio das mídias sociais: Twitter, Facebook e Orkut. Quem quiser participar pode acessar o endereço

Com nariz de palhaço e alto-falante, 11 consumidores protestaram na semana passada em frente da Enersul, na avenida Gury Marques, saída para São Paulo, em Campo Grande.

O reajuste autorizado pela Aneel é de 17,49% em média. Para os consumidores de baixa tensão, que correspondem à grande maioria, o reajuste foi de 18,57%.

Entidades pedem fim de encargo que incide na conta de luz
Grupos cobram o fim da Reserva Global de ReversãoUm grupo de entidades representantes de consumidores, investidores e empresas do setor de energia,...
Impacto do aumento de energia cairá sobre assalariados, afirma Associação
Entidade de MS participa da elaboração de documento que será entregue à Aneel em audiência em BrasíliaO aumento da tarifa de energia elétrica de 17,...
Reajuste de 17,49% na luz pode gerar impactos negativos na indústria, diz Fiems
Presidente da federação destaca consequências do aumentoO reajuste médio de 17,49% na tarifa de energia elétrica pode trazer impactos negativos para...


É um absurdo esse aumento!!!
Estou muito Chocada com isso!!
 
Rosinei Fatima Moccelin em 13/04/2011 09:59:42
isso e um absurdo
 
fabio alves rodrigues em 13/04/2011 09:29:19
Deixo meu protesto aqui pelo aumento ABUSIVO da energia eletrica em nosso Estado. Já somos considerados o Estado das tarifas mais altas em vários segmentos. No caminho que estamos seguindo voltaremos no inicio do seculo XX, todos com lampiões dentro de casa.... ah, provavelmente não poderemos tambem usar lampião, ja que o preço do gás é alto.

Assim está dificil !!!!!

Rosangela Freitas
 
Rosangela Freitas em 13/04/2011 09:00:59
Considero um aumento injusto, pois nós, os consumidores, não obtivemos reajuste salarial no mesmo índice. De onde vamos tirar? Já pagamos uma conta muito alta, e ainda querem mais?!!! Protesto com veemência!
 
Liege Monteiro Dias em 12/04/2011 10:48:28
A minha reação acredito que seja das mais eficazes e está ao alcance de todos. Vou reduzir meu consumo em 18%. É um abuso pois ninguém teve aumento neste percentual. Aposentei a LavaLouças e roupas na máquina só as pesadas, Tirei todos os equipamentos com leds que ficam acesos das tomadas. Comprei mantas para dispensar os aquecedores (são dois). Duvido que eu não consiga! Por que ninguém quer fazer campanha comigo? Ela ganhou mas não leva!
 
Maria Aparecida Fraga Ferreira em 12/04/2011 09:38:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions