A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/02/2009 10:43

Crise atrapalha negócios, mas orçamento da MSGás aumenta

Redação

Embora a crise mundial esteja atrapalhando negociações com empresas do setor de mineração, em Corumbá, a MSGás prevê para este ano orçamento 47% maior que o de 2008, graças a entrada de novos clientes que passam a usar o gás natural boliviano. Dentre eles, destaca o presidente da companhia, Matias Gonsales, está a VCP (Votorantim Celulose e Papel), de Três Lagoas.

A indústria firmou contrato para recebimento de 178 mil metros cúbicos ao dia, um "contrato grande", diz Matias. O fornecimento de gás para a unidade já está em teste e em abril já será regular. Outro cliente citado pelo diretor é o Shopping Campo Grande, que em março começa a usar o gás boliviano.

A isso se somam vários restaurantes e prédios da Capital e clientes em Três Lagoas. Com os novos contratos o orçamento previsto é de R$ 106 milhões, contra R$ 72 milhões no ano passado.

Incerteza

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions