A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

13/10/2014 16:33

Cuidados simples podem ajudar na economia de energia durante horário de verão

Liana Feitosa

O horário de verão, que começa no próximo dia 19, vai gerar redução média no consumo de energia de 4% a 5% em Mato Grosso do Sul, se considerada a média dos últimos anos no horário de pico, de acordo com o ONS (Operador Nacional do Sistema).

A redução no uso de energia elétrica é possível graças ao melhor aproveitamento da luz natural, já que o sol se põe mais tarde nesse período, o que reduz a demanda por energia no período mais crítico do dia, o horário de pico, que ocorre entre 17h30 e 20h30. A medida deve se estender até o dia 22 de fevereiro de 2015.

Por isso, o sistema de transmissão opera com menor carregamento, gerando economia. "Com o horário de verão, existe uma redistribuição do consumo neste período de pico, uma vez que o consumo de energia dos clientes residenciais não coincide com o consumo da carga da iluminação pública, evitando-se assim uma menor demanda neste período", explica o gerente do Deop (Departamento de Operação), Adilson Panizza.

Entretanto, por causa de algumas mudanças de hábitos nessa época, normalmente o consumidor não percebe redução de consumo na conta de energia, segundo a Enersul. Entre as mudanças estão deixar de utilizar o chuveiro na posição inverno - que gasta mais energia, mas, por outro lado, utilizar com mais frequência o ventilador ou o ar condicionado.

Dicas - Para gerar economia de energia ainda maior, a Enersul dá as seguintes dicas:

- Cores claras nas paredes ajudam a refletir mais a luz;
- Aproveite a claridade do dia ao máximo deixando as cortinas sempre abertas, evitando acender as lâmpadas;
- Deixe o chuveiro na opção verão (ou menos quente). Isso reduz cerca de 30% o consumo de energia em relação à opção inverno;
- Quanto menos abrir a geladeira, melhor. O ar quente do verão entra no eletrodoméstico e faz o motor funcionar mais para manter os alimentos resfriados;
- Prefira equipamentos com o selo Procel, que indica quais modelos consomem menos energia;
- Prefira lâmpadas eficientes (fluorescente) que, apesar de serem um pouco mais caras, gastam menos que as convencionais (incandescentes);
- Os ventiladores de teto gastam mais energia que as opções de pé, que podem reduzir em até 13,2 kWh o consumo de energia ao mês;
- Limpe os filtros do ar condicionado periodicamente. Filtros sujos impedem a circulação livre de ar, aumentando o consumo de energia;
- Mantenha a porta fechada de cômodos onde aparelhos de ar condicionado estão ligados;
- Evite deixar a TV e o computador ligados sem necessidade. Sempre que possível, programe o desligamento automático. A função stand-by também consome energia.

É possível entrar em contato com a Enersul através do telefone 0800 722 7272, que é gratuito. O serviço está disponível 24 horas por dia e também pode ser acessado pelo site www.enersul.com.br.

Inflação do aluguel acumula queda de 0,34% em 12 meses
Usado no reajuste de aluguéis, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) acumula deflação (queda de preços) de 0,34% em 12 meses, de acordo com a se...
Sétimo lote do abono salarial 2016 começa a ser pago hoje
Quase 3,6 milhões de trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro e de servidores públicos com inscrição de final 5 podem saca...
Governo deposita nesta quinta o antepenúltimo lote do Abono Salarial de 2016
O governo federal deposita amanhã (18) o antepenúltimo lote do Abono Salarial de 2016, pago a trabalhadores que receberam remuneração média ao longo ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions