A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/10/2009 11:23

De janeiro a setembro mais de 16 mil novos postos em MS

Redação

Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Demitidos) divulgados pelo Observatório do Trabalho da Fundação Social de Trabalho mostram que os setores da indústria, agropecuária e serviços sustentaram a maior parte dos novos empregos gerados de janeiro a setembro deste ano.

No período foram criados 16.884 novos postos, incremento de 4,55% no estoque de empregos formais do Estado. Destes, 5.842 estão nas indústrias, 5.450 no setor agropecuário e 5.183 no setor de serviços.

Tiveram saldos negativos a construção civil (-629 vagas a menos), atividade extrativa mineral (-172) e serviços de utilidade pública (-71).

Considerando a variação relativa no saldo de empregos formais, Mato Grosso do Sul ocupa a posição de 7º maior gerador de empregos neste ano.

Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Demitidos) divulgados pelo Observatório do Trabalho da Fundação Social de Trabalho mostram que os setores da indústria, agropecuária e serviços sustentaram a maior parte dos novos empregos gerados de janeiro a setembro deste ano.

No período foram criados 16.884 novos postos, incremento de 4,55% no estoque de empregos formais do Estado. Destes, 5.842 estão nas indústrias, 5.450 no setor agropecuário e 5.183 no setor de serviços.

Tiveram saldos negativos a construção civil (-629 vagas a menos), atividade extrativa mineral (-172) e serviços de utilidade pública (-71).

Considerando a variação relativa no saldo de empregos formais, Mato Grosso do Sul ocupa a posição de 7º maior gerador de empregos neste ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions